Destaque, Expedições

Expedição Sertões: é dada a largada! E nós estivemos por lá!

*Por Thais Medina (@ahoradaviagem)

Chegou o grande dia! Bora pra largada! Os carros da Expedição Sertões se encontram no estacionamento do Parque das Cataratas para acompanhar todos os pilotos e navegadores partindo em busca de um mesmo sonho: vencer a edição pra lá de especial de 30 anos do Sertões. Que ronquem os motores! A hora é agora. Motos, UTVs e carros começam a rodar. 

Recebemos nossa planilha (onde são detalhados o trajeto e obstáculos a serem superados a cada trecho) e agora é a nossa vez. Num caminho um pouco mais curto, mas partindo exatamente do mesmo pórtico, com o mesmo cronômetro e foto de largada, seguimos por estrada de terra. O percurso desta etapa para os pilotos profissionais é de 20,06 km de deslocamento (da Vila Sertões ao local de largada), 172,76 km de especial (quando o rally realmente é realizado) e mais 172,5 km de deslocamento até Umuarama (PR), totalizando 365,32 km. 


(crédito: Gabriel Massote/Expedição Sertões)

No nosso caso, rodamos cerca de 80 km em estrada de chão, percorrendo os mesmos desafios e orientados pela planilha e pelo time da Expedição Sertões, realizada pela 4×4 Aventura e conduzida por Renato Perotti. Paisagens com aquele verdinho de fazer os olhos brilhar, muito gado pelo caminho, fazendas e vilarejos, sem contar a nossa imaginação, pensando como foi cada momento das equipes e sabendo que elas passaram exatamente por ali. Sem dúvidas, este é o melhor combustível pra quem ama uma aventura na natureza, e você pode conferir o trajeto realizado por nós diretamente no Wikiloc: https://pt.wikiloc.com/trilhas-off-road/expedicao-sertoes-2022-foz-umuarama-111992717. 

Um ponto que nos gerou uma sensação muito positiva foi o fato de o grande volume de participantes não ter prejudicado por nenhum momento o andamento e velocidade da expedição. Isso porque a organização conta com diversos carros de apoio e um staff experiente e treinado, além de os veículos serem numerados e “alinhados” em ordem, não deixando nenhum integrante para trás, ainda que possam existir problemas técnicos, como a necessidade de trocas de pneus, por exemplo. Além disso, durante o percurso a comunicação é realizada por rádios comunicadores, fazendo com que todos recebam novas orientações a cada necessidade. 

(crédito: Gabriel Massote/Expedição Sertões)

Saindo da terra, seguimos por mais 300 km até Umuarama, onde chegamos já com a luz da lua após bons quilômetros por terreno arenoso. Em dois platôs distribuímos os nossos carros e nos estabelecemos em um grande e animado acampamento. Barracas montadas – para este tipo de viagem, nada mais prático que uma de teto, o que não foi o nosso caso -, hora de levar as cadeiras pra perto da turma e ter uma boa prosa com gente de todo o Brasil e de compartilhar comes e bebes num ambiente de muita descontração. Enquanto isso, o Fabinho (voluntário participante da expedição) preparava, num grande tacho, uma galinhada. Que minha mãe e sogra não leiam este post, mas foi a melhor que já comi! Que saboooooor.

Curiosamente, nossos vizinhos de barraca encontraram algumas mandiocas plantadas e já botaram pra cozinhar em sua panela de pressão no fogareiro que carregam a tira-colo. Conta pra mim: quando você viveria uma experiência como essa em outra situação? 

Taça vazia, jantar finalizado. Hora de dormir sob o céu estrelado que já anunciava: o nosso domingo seria ensolarado e incrível! Mas isso já é tema pro nosso próximo post!

(crédito: Gabriel Massote/Expedição Sertões)

Ahhh se você também é louco pelo universo 4×4 e está planejando o próximo passeio ou expedição, recomendamos os pneus Grabber ATx e X3, da General Tire, de acordo com o seu estilo de viagem. E para deixar seu carro preparado e prontinho para a cidade, a praia ou as montanhas, passe em um centro automotivo Sim Pneus, revendedora oficial Continental Pneus. Acesse www.simpneus.com.br e encontre a loja mais próxima.

Quer saber mais? Acompanhe no Instagram do @maisoffroad e do @ahoradaviagem.

Leia também:
Expedição Sertões: hora de subir a rampa pra uma nova aventura!
É possível participar do Sertões sem pilotar e ser da equipe técnica? A resposta é sim!

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.