Quadri/ATV/UTV

South Racing Can-Am Team brilha no Rally da Andaluzia, última etapa válida para o mundial

Francisco “Chaleco” López e Oriol Mena são campeões do mundial de rally cross country da
FIA na categoria T3 dos UTVs. Austin Jones e Gustavo Gugelmin ficam com a terceira colocação na T4

Can-Am Maverick X3 dos campeões do mundo na categoria T3, Chaleco López e Oriol Mena

Ainda no sábado, antes da etapa final do Rally da Andaluzia, na Espanha, realizado de 18 a 23 de outubro, e válido para o FIA World Rally Raid Championship, o piloto chileno Francisco “Chaleco” López e seu navegador Oriol Mena, da equipe South Racing Can-Am Team, já haviam se sagrado os grandes campeões do mundial de rally cross country da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), na categoria T3 (Protótipo) dos UTVs. Mesmo a dupla tendo concluido a competição em terceiro lugar na classificação geral, conquistaram os pontos suficientes e levaram a melhor.

 

“Estou muito feliz por ter conquistado este título. Foi um campeonato longo desde o Dakar, passando por Abu Dhabi e Marrocos, terminando na Andaluzia. Um ano bastante competitivo para mim, mas com todo o apoio da equipe South Racing Can-Am. Estou realmente empolgado com mais essa conquista porque é a primeira sobre quatro rodas e isso me deixa muito otimista para o Dakar 2023”, comemorou Chaleco.

 

Este é o segundo título de campeão mundial de Chaleco López. Porém, em 2006 a conquista foi em outra categoria, nas motos, para o Rally Cross Country da FIM (motocicletas). O chileno conta ainda com outras importantes conquistas em sua carreira: Rally Dakar (2019, 2021 e 2022), além da medalha de ouro no Campeonato Mundial de Motos de Enduro Six Days na França.

 

Brasil em destaque

Igualmente apoiados pelo South Racing Can-Am Team, e a bordo do Can-Am Maverick X3, o navegador brasileiro Gustavo Gugelmin e seu parceiro o piloto norte-americano Austin Jones ficaram com o terceiro lugar no mundial de cross-country da FIA, mas na categoria T4. Em 2021, a dupla foi a vencedora da competição que, diferentemente deste ano, terminou em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Não demorou muito e, em janeiro deste ano, foram novamente campeões na T4 do Rali Dakar.

 

Com esses resultados, Gugelmin colocou o Brasil novamente em posição de destaque na categoria onde competem os UTVs. A primeira vez foi em 2019, quando disputou o campeonato ao lado do piloto Reinaldo Varela, seu parceiro também nas edições do Dakar de 2018 – quando foram os campeões -, 2019 e 2020.

 

Todos seus títulos foram obtidos a bordo de um Can-Am Maverick X3, o UTV líder em títulos também no Brasil, incluindo, dentre outros, o Rally dos Sertões por dez vezes consecutivas. Em 2022, o título veio com a dupla Rodrigo Varela e Matheus Mazzei.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.