Quadri/ATV/UTV

Marcelo Medeiros chega a Campo grande (MS) para o Sertões 2019

Será a 9ª participação do bicampeão da mais longa das provas brasileiras de off-road. Cotado como favorito entre os quadriciclos, piloto afirma estar maduro e tranquilo para a competição.

O maranhense Marcelo Medeiros, bicampeão do Rally dos Sertões nos quadriciclos, já está em Campo Grande (MS) para a sua nona participação na prova off-road mais longa do país. O piloto da Taguatur Racing Team e seu Yamaha 700 vão se submeter, a partir deste sábado, dia 24, a mais de 4,8 mil quilômetros, entre deslocamentos e especiais cronometradas, desde a capital do Mato Grosso do Sul até a cidade de Aquiraz, na mesorregião metropolitana de Fortaleza, no Ceará, com chegada prevista em 1º de setembro.

O Prólogo e Super Prime acontecem neste sábado (24). Foto: Luciano Santos/SiGCom

Considerado um dos favoritos da categoria, Medeiros considera que esta edição dos Sertões terá um significado particular. “Todo ano é um ano diferente. Nestes nove anos de rali, ganhamos maturidade. Não é só acelerar. Temos que dar importância também a chegar inteiro. O importante é manter a cabeça no lugar para gerenciar qualquer problema, seja físico ou do equipamento, para não ficar no meio do caminho”, analisa o piloto campeão das edições de 2012 e 2015, além de deter o vice em 2013.

“Não tivemos treino. Nossa preparação foi durante as competições que participamos e será na própria corrida. Estamos programados para atender toda a necessidade da equipe durante os dias de prova. O segredo é ter tranquilidade para que nada saia errado, apesar da ansiedade.  O mais importante é manter a constância e ritmo para concluir as oito etapas e subir ao pódio.”, ressalta o maranhense.

O maranhense Marcelo Medeiros, bicampeão do Rally dos Sertões. Foto: Luciano Santos/SiGCom

Nestes primeiros momentos em Campo Grande, até sábado, Marcelo e a Taguatur Racing Team passarão pelo credenciamento, vistoria de equipamentos pela Confederação Brasileira de Motociclismo, briefing técnico, além da tomada de tempos e a largada promocional. Patrocinados pela FC Oliveira, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, piloto e equipe contam com uma forte estrutura de apoio para resistir durante os oito dias de prova, incluindo mecânico, auxiliar e cozinheiro. Tudo isso para encarar uma prova que desafia a potência da Yamaha 700 e a resistência física e psicológica do piloto.

A 27ª edição do Rally dos Sertões promete um roteiro aindamais desafiador. Foto: Luciano Santos/SiGCom

Partindo de Campo Grande, neste sábado, 24 de agosto, serão oito dias de intensos obstáculos. Os participantes vão percorrer todo tipo de estradas, terrenos e trilhas, nos seis estados (Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Piauí e Ceará) e nove cidades do roteiro, que destaca os diferentes aspectos do sertão brasileiro. No total, serão 2.832 km de especiais (trechos cronometrados) em um trajeto que promete desafios: trechos sinuosos, terrenos de cascalho, piçarra, pedras grandes e lajes além de poeira, lama, calor e umidade. Mas também presenteia os amantes do off-road com paisagens incríveis a serem descobertas entre as belezas do cerrado brasileiro.

Outro destaque da competição é a tradicional Etapa Maratona, distância que deve ser encarada sem o apoio de manutenção da equipe. Ou seja, caso o quadriciclo apresente algum problema, o próprio piloto terá que fazer os reparos. No Sertões 2019, a maratona inicia no Jalapão e finaliza nos cânions do Bom Jesus (PI), totalizando 1300 km de resistência.

Marcelo Medeiros conta com patrocínio da FC Oliveira, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, no Sertões e o apoio é da Taguatur Fiat.

 

Confira o roteiro do Sertões 2019:

No total,  serão percorridos 4.887,59 km sendo 2.858,46 km de especiais, percentual de Especiais de 58,4%.

1ª etapa – 25/08

Campo Grande – MS/ Costa Rica – MS

DI – 19,69 km

ESP – 437,19 km

DF – 30,54 km

Total: 487,42 km

2ª etapa – 26/08

Costa Rica – MS/ Barra do Garças – MT

DI – 89,77 km

ESP – 533,08 km

DF – 21,51 km

Total: 644,36 km

3ª etapa – 27/08

Barra do Garças – MT/ São Miguel do Araguaia – GO

DI – 111,07 km

ESP – 403,51 km

DF – 250,24 km

Total: 764,82 km

4ª etapa – 28/08

São Miguel do Araguaia – GO/ Porto Nacional – TO

DI – 69,11 km

ESP – 275,76 km

DF – 226,98 km

Total: 570,10 km

5ª etapa – 29/08

Porto Nacional – TO/ São Félix do Tocantins – TO

DI – 141,96 km

ESP – 330,34 km

DF – 2,72 km

Total: 475,02 km

6ª etapa – 30/08

São Félix do Tocantins – TO/ Bom Jesus – PI

DI – 0km

ESP – 535,60 km

DF – 2,25 km

Total: 537,85 km

7ª etapa – 31/08

Bom Jesus – PI/ Crateús – CE

DI – 2,13 km

ESP – 324,98 km

DF – 628,98km

Total: 955,80 km

8ª etapa – 01/09

Tauá (PI)/ Aquiraz – CE

DI – 428,27 km

ESP – 18 km

DF – 5,95 km

Total: 452,22 km

Legenda:

DI – Deslocamento Inicial da Vila Sertões para início da Especial

ESP – Especial (trecho cronometrado)

DF – Deslocamento final para a próxima cidade Anfitriã

 

Mais informações da equipe:

Facebook e Instagram: @pilotomarcelomedeiros

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.