Destaque, Rallys

Dakar: Luppi/Justo e Conti/Bianchi completam etapa Maratona e chegam à metade do rali entre os Top9 dos UTVs T4

Bruno Conti/Pedro Bianchi Prata passam ilesos pela Etapa Maratona e seguem no Top9 na geral dos UTVs T4 (@mchphotocz)

O cenário deste sábado mudou para cânions, rios secos, muitas pedras e cascalhos, trechos traiçoeiros e como não poderia faltar no deserto, dunas, mas em menor quantidade. A 7ª etapa do Dakar contou com 861 km, dos quais 333 de trechos cronometrados e foi Maratona, quando não permitido apoio mecânico externo. O que mudou também foi a classificação dos brasileiros. Rodrigo Luppi/Maykel Justo #406 deixaram a liderança dos UTVs, caíram para sexta colocação na geral devido a problemas mecânicos. Bruno Conti/Pedro Bianchi Prata #409 seguem em 9º no acumulado da T4, após completaram a etapa em 12º.

Após liderar por três etapas consecutivas, a dupla paulista está, agora, a 20m28s de Rokas Baciuska/Oriol Montijano, sendo que até hoje na largada estavam a 20min na frente da dupla do piloto lituano. “Por volta do Km 70km furou o pneu, mas o pior foi a quebra da homocinética traseira e perdemos muito tempo trocando, mesmo assim, completamos a Especial em 4X3. Foi um perrengue mas isto é Dakar e temos metade do rali pela frente ainda para buscar esses 20min que perdemos da liderança”, explica Luppi (Vinhedo/SP) que fechou a etapa na 28º colocação nos UTVs T4. O piloto está em sua segunda participação, ao lado do navegador de Taubaté (SP), Justo, que disputa pela 12º vez o  maior rali do mundo.

Brasileiros, Luppi/Justo, perderam a liderança na geral dos UTVs , devido a quebra da homocinética (@mchphotocz)

Conti e o português Bianchi Prata vêm galgando posições a cada dia e seguem nos Top9 da geral. “Fomos melhor que ontem e seguimos em busca de mais resultado. Foi uma Especial bem rápida e com muitas pedras que no final ficou mais travada e dobrou a quantidade de pedras. Teve algumas dunas divertidas também e completamos o 7º dia”, diz o piloto estreante de 18 anos. Entre as novidades conta como será a noite sem motorhome: “Como é etapa Maratona vamos dormir no chão em sacos de dormir, com todos os competidores num mesmo local, onde também fazemos as refeições.”

Pai e filho pilotam UTVs Can-Am Maverick XRS, preparados pela South Racing, uma das maiores equipe do grid.

Na 8ª etapa, a caravana do Dakar deixa, no domingo Al Duwadimi e retorna à capital Ryadh. Serão 822km, sendo 346 km de Especial. No percurso haverá trilhas entre vales, deserto aberto, estradões e mais desafios. Motos e quadriciclos retornaram à prova depois que a etapa deste sábado foi cancelada para as categorias devido as condições climáticas desfavoráveis. A rali termina no próximo dia 15, em Damman. A competição soma pontos para o Mundial de Rally Cross Country (FIA e FIM). Mais informações: www.dakar.com e App Dakar Rally 2023.

A dupla Bruno Conti/Pedro Bianchi Prata #409 tem patrocínio da Cimed, Azimut, REAG Investimentos, Tensor Tyres, J.Juan Brakes, Method Wheels e South Racing.

A dupla Rodrigo Luppi/Maykel Justo #406 tem patrocínio da Luppi Racing, EXT Amortecedores e J.Juan Brakes.

Para acompanhar a aventura das duplas no Rally Dakar 2023 Instagram: @brunooconti_ @bianchiprata @rodrigoluppi @maykeljusto @luppi_racing_team

– Resultado Etapa 7 – Dakar (7/1)
Categoria (SSV) T4
1) #400 Rokas Baciuska (LTU)/ Oriol Montijano (ESP) –3h45m34s
2) #437 Cristiano Batista (BRA)/Fausto Mota (ESP) – 3h46m36s
3) #410 Yasir Seaidan (SAL)/ Alexey Kuzmich (ARE) – 3h48m25s
4) #428 Eryk Goczal (POL)/Oriol Mena (ESP) – 3h48m40s
5) #401 Marek Goczal/Maciej Marton (POL) – 3h49m01s
12) #409 Bruno Conti (BRA)/Pedro Bianchi Prata (PRT) – 3h57m37s
28) #406 Rodrigo Luppi/Maykel Justo (BRA) – 4h26m19s

– Resultado Acumulado (após sete etapas)
Categoria (SSV) T4 – Top 10
1) #400 Rokas Baciuska (LTU)/ Oriol Montijano (ESP) – 33h08m46s
2) #401 Marek Goczal/Maciej Marton (POL) – 33h14m28s
3) #428 Eryk Goczal (POL)/Oriol Mena (ESP) – 33h15m09s
4) #402 Gerard Guell/ Diego Gil (ESP) – 33h20m14s
5) #405 Michal Goczal/Szymon Gospodarczyk (POL) –33h27m14s
6) #406 Rodrigo Luppi/Maykel Justo (BRA) – 33h29m14s
7) #412 Jeremias Ferioli/Pedro Rinaldi (ARG) – 34h00m06s
8) #437 Cristiano Batista (BRA)/Fausto Mota (ESP) – 34h26m27s
9) # 409 Bruno Conti (BRA)/Pedro Bianchi Prata (PRT) – 35h04m41s
10) #423 Juan Medero/Javier Cruz (ESP) – 35h22m48s

ROTEIRO DAKAR 2023 (ARÁBIA SAUDITA)

08/01 – Etapa 8 – AL DUWADIMI > RIYADH
Total 822km | 346 km (Especial)

09/01 – Dia de Descanso – RIYADH

10/01 – Etapa 9 – RIYADH > HARADH
Total 686 km | 358 km (Especial)

11/01 – Etapa 10 – HARADH > SHAYBAH
Total 623.94 km | 113 km (Especial)

12/01 – ETAPA 11 – SHAYBAH > EMPTY QUARTER (MARATONA)
Total 428.27 km | 275 km (Especial)

13/01 – Etapa 12 – EMPTY QUARTER (MARATONA) > SHAYBAH
Total 374.86 km | 183 km (Especial)

14/01 – Etapa 13 – SHAYBAH > AL-HOFUF
Total 675.6 km | 154 km (Especial)

15/01 – Etapa 14 – AL-HOFUF > DAMMAM
Total 417.3 km | 136 km (Especial)

Total de Especiais = 4.607 km
Total do roteiro 
= 8.528,35 km

MSuzuki Comunicação

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.