Geral

Com mais de 1300 km de caminhos rurais, Socorro oferece diversidade de aventura off road

A Estância Hidromineral de Socorro – cidade turística referência em aventura e ecoturismo, do Circuito das Águas Paulista – com mais de 1300km de caminhos rurais é a cidade perfeita para quem gosta de aventura off road. 4×4, quadriciclo, moto e bike; as empresas reúnem opções para todos os gostos e idades, desde que curta terra, natureza e aventura. O passeio off road é uma experiência única, que envolve contemplação das belas paisagens da Serra da Mantiqueira e emoção.

Na PróximAventura, o veículo é único já que tem motorização 1.5, bancos individuais e cintos de segurança de 4 pontos. A capacidade é de até três adultos ou quatro participantes – neste caso criança de colo – e mais o guia, que assume o volante. Os roteiros variam de 1h30 (cachoeiras Duas Quedas, Pedra Bela Vista, Mirante do Futuro ou Pico da Cascavel) a 2h30 (cachoeiras Duas Quedas e Pico da Cascavel ou Pedra Bela Vista e Mirante do Futuro) e são com paradas.

Além de passeios em trilhas 4×4, o Camp Training Off Road oferece experiência na pista com 18 obstáculos técnicos dentro de um dos veículos próprios pilotado por instrutor e capacidade de até três pessoas. É possível incrementar, ao fazer a trilha da Mata, que termina em um visual maravilhoso na parte mais alta da propriedade. O local é um complexo de 18.000 m2 destinado também ao treinamento de proprietários, empresas e futuros proprietários de veículos SUV e Utilitários 4×4. É o lugar apropriado para fazer lançamentos, test drive e ensinar a utilização dos recursos off road disponíveis nos veículos e nos acessórios de maneira a utilizá-los de forma consciente e segura. Tudo isso mantendo a consciência ecológica de preservar.

Se a ideia é quadriciclo, a Socorro Aventura tem dois roteiros. A primeira opção é na Cachoeira para Banho: o passeio começa pela base da empresa sentido a cidade de Munhoz (MG) e passa pelas margens do Rio do Peixe. São feitas paradas para banho, fotos e apreciação em propriedades preservadas. É um percurso de 13 km (ida e volta) e 1h30 de duração. No outro, Pico da Cascavel, a visita é a um dos pontos mais altos de Socorro, a 1.200 metros do nível do mar e uma visão privilegiada das montanhas. O passeio de 17km (ida e volta) dura cerca de 2h. Para este passeio, o piloto precisa ser maior de 18 anos e ter CNH.

Outra empresa que realiza passeios de quadriciclos revisados todo mês e capacetes com viseira de proteção para os olhos é a Rios de Aventura. São dois roteiros, o da Cachoeira Duas Quedas, o mais procurado, são 1h30 de duração e inclui banho de cachoeira antes do retorno. E o do Pico da Cascavelo mais longo, cerca de 2h30. É indicado para quem quer conhecer um dos pontos turísticos mais marcantes da cidade onde é possível admirar um incrível pôr do sol.

Passeios de motos de trilha e quadriciclos no caminho turístico do Oratório também são feitos pela Ora Road. São visitas de cerca de 2h30 em até quatro cachoeiras, cafezal, montanhas, parada no alambique para compra de queijos, leite, cachaça e licores, fotos do passeio inclusas e parada em sorveteria. A empresa disponibiliza infraestrutura necessária, equipamentos de segurança e veículos revisados.

Três são os roteiros do parque de aventura Monjolinho. De quadriciclo é possível fazer o Cachoeira da Fazendinha, por 1h30 e 16km, que passa por lindas paisagens, montanhas e vista para o vale do Rio do Peixe até parar na cachoeira, um local preservado, para banho e fotos. Outro é o da Cachoeira das Borboletas, de igual tempo e distância. A última opção é um pouquinho mais longa – 2 horas e 20 km – e vai até o Pico da Cascavel. É um dos pontos de maior altitude da cidade.

Mundaka Aventura também realiza os passeios para a Cachoeira das Borboletas e o Pico das Cascavel. Antes, é realizado treinamento em pista interna, dadas instruções para o piloto – que deve ser maior de 18 anos – sobre o veículo e sobre técnicas de pilotagem. São fornecidos capacetes com viseira.

Já para quem for fazer off road de bike a dica é passar no Saint Sunset. Quem chega de bicicleta e capacete não paga a entrada. E, aos sábados ainda é servido café da manhã, sem nenhum custo para a galera do pedal. Além destas vantagens, o ambiente é um verdadeiro achado: uma prainha em meio ao interior, banhada por cachoeiras.

Para comodidade, o Camping Boaretto – Vale das Pedras aluga bikes aro 29, com amortecedor e freio a disco hidráulico, é necessário reservar com antecedência. E, sugere roteiros off road saindo de lá: São Paulo/Minas Gerais (35km), Mirantes Bela Vista/Colinas (22km); Pico da Cascavel (26km) e Pôr do Sol (10km).

Também para o pessoal da bicicleta, existe o Bartali Bike, um ponto de apoio (e encontro) gratuito. Acolhedor, o local em Socorro é ideal para descansar e repor as energias, Dispõe de bar temático, ducha fria para ciclista, lava rápido para a “magrela”, banheiro adaptado, estacionamento, armários, vestiário, área de lazer, shows, etc. Presta assessoria para traçar a melhor rota para evitar estradas movimentadas e poder admirar a bela paisagem. Para os organizadores de ciclismo de aventura ou mountain bike é o lugar certo para a concentração.

Fãs de história e curiosidades não podem deixar de visitar a exposição “40 x Independência”, em comemoração aos 40 anos do Enduro da Independência, no Centro Cultural Movimento. Fotos, banners, troféus, roupas de trilha e diversas atrações e registros históricos integram a mostra, que fica em cartaz até dia 2 de outubro. Quatro pessoas recebem homenagens especiais: Adhemar Euclydes, piloto que disputou todas as 39 edições e representa todos os participantes; Jomar Grecco, cinco vezes campeão da prova, que simboliza os campeões, em diferentes categorias; Téo Mascarenhas, um dos idealizadores do primeiro evento, em 1983, em menção aos organizadores; e Ladislau José Lacerda, o Didi, que exerce diversas funções nos bastidores da trilha, do primeiro até hoje de forma ininterrupta, como referência aos que já colaboraram na prova.

A cidade também é repleta de trilha para fazer a pé, com muito contato com a flora e fauna do local. De leves a difíceis, o objetivo é sempre a contemplação e o espírito aventureiro. Vale lembrar que algumas são autoguiadas, mas outras precisam do apoio de um guia.

Socorro prega um turismo consciente, portanto, desenvolve ações, incentiva e conscientiza sobre a necessidade da preservação da natureza. Neste caminho, população e também turistas são imprescindíveis. É na prática que se cuida do meio ambiente.

Acesse e Descubra Socorro no site oficial do turismo:  www.socorro,tur.br  e no Instagram:  @turismosocorro

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.