Rally dos Sertões: Dupla Fabrício Bianchini /Adhemar Pereira leva experiência nas motos para o UTV

agosto 3, 2018 5:24 pm

Entra ano e sai ano, a Bianchini Rally sempre traz novidades para o Rally dos Sertões. Nesta 26ª edição da competição contará, pela primeira vez, com um UTV na equipe com a dupla Fabrício Bianchini e Adhemar Pereira. Amigos dentro e fora dos grids e apaixonados por duas rodas e off-road, ambos com boa leitura de terreno e experiência na prova, acreditam que sincronia será um ponto a favor para a estreia na categoria. A bordo de um Can-Am Maverick X3 vão encarar um roteiro de mais de 3.600 quilômetros e cruzará os estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará, de 19 a 25 de agosto.

Conhecido como Gaúcho nos grids, Bianchini tem uma trajetória de 24 anos nas motos e segue para 15ª participação no Rally dos Sertões: 11 nas motos, duas como navegador na categoria carros, uma como piloto de carro e, agora, pilotará um UTV.  No total são 19 anos, pois também foi como chefe de equipe e trabalhou na organização da prova. “Gosto de experimentar tudo que tem a ver com velocidade e como a suspensão do UTV permite abusar mais que os carros acredito que será muito divertido”, afirma Bianchini. “Somos grandes amigos e parceiros e será um prazer correr com o Índio. A união do senso de chegada que ele tem de completar a prova sem correr riscos, aliado a minha competitividade vai dar samba”, completa o piloto.

Ao completar a oitava participação na prova, o cearense “Índio”, com é chamado no off-road, comemora o retorno do rali a Fortaleza. “Gostamos do roteiro, principalmente porque terminará em casa e vou poder contar com a presença da minha esposa e meu filho na chegada”, diz. “Estou na Bianchini Rally desde o meu primeiro Sertões, e a equipe é uma família para mim e, agora, fazer dupla com o Fabrício está sendo sensacional. Temos muitas afinidades, vamos navegar juntos, mas é claro vou precisar me adaptar a minha nova função. Será um novo desafio e é isso que é mais motivador”, explica. Em 2017, Índio recebeu o prêmio “Prêmio Espírito do Rally” da Dunas Race (organizadora da prova) e também foi homenageado Federação de Motociclismo do Ceará (FMC) pela participação na 25ª edição do Rally dos Sertões.

Como a equipe é especializada em motos, Bianchini ressalta que contratou dois mecânicos para cuidar do UTV e terá carro de apoio rápido exclusivamente para atender a dupla. “A expectativa é das melhores. O UTV está sendo  bem preparado e o Denísio do Nascimento (piloto) nos ajudou muito porque era dele. O objetivo é chegar entre os 10 na geral e vou seguir o que faço nas motos, uma tocada quente mas consciente”, finaliza o piloto.

No sábado, 18, os competidores vão aquecer os motores no Prólogo, que definirá a ordem de largada para a 1ª etapa do rali, na capital goiana. O Parque de Apoio será novamente no Autódromo Internacional de Goiânia onde as equipes de motos, quadriciclos, UTVs e carros ficarão concentradas até dia 19.

Trajetória da equipe – A Bianchini Rally nasceu em 2005, quando Fabrício Bianchini decidiu montar a sua própria equipe em Barueri/SP. Dois anos depois, com patrocínio do Grupo Infinity Bio Energy, juntamente com o piloto Marcos Finato, desenvolveram as primeiras motos de rali movidas a álcool no Brasil. Pioneira com o projeto tornou-se a primeira equipe Carbon Free do grid. Entre 2007 e 2010 se chamou Infinity Rally Team e, a partir de 2012, passou a adotar o nome Bianchini Rally. Em 2007 e 2008 foi premiada como Melhor Equipe do Rally dos Sertões. Pela tradição e profissionalismo conquistados, o time trabalha com pilotos campeões do segmento Duas Rodas no Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e Rally Baja. Entre as temporadas de 2013 e 2016, a equipe disputou com duas duplas a Mitsubishi Cup. Em 2016, Bianchini estreou no Rally dos Sertões como piloto nos carros, ao lado de Caio Santos, e terminaram em sexto na geral. Além de competir nas motos (terminou em 3º na geral no Brasileiro de Baja) em 2017, Bianchini encarou um novo desafio e estreou no Rally de Velocidade com um Peugeot 207 e garantiu pódio nas três provas que participou: Rally de Holambra, Rally de Erechim e Rally da Graciosa. Em abril de 2018, a dupla Bianchini/Damon Alencar foi Campeã do Rally RN1500 na Protótipos T1, com o T-REX, um título inédito para a equipe.

Mais informações no site www.bianchinirally.com.br e também na página da equipe no Facebook: @equipebianchinirally 

A Bianchini Rally conta com os apoios da Shiro, Borilli, Óculos 100%, O Mundo de Maria, Bull Sertões Rally Team, Vedacit e Rede Petrolam.

Roteiro 26ª edição –  Rally dos Sertões 2018

Sábado (18/08)
Goiânia/GO
Prólogo e Largada Promocional

Domingo (19/08)
1ª Etapa: Goiânia (GO) – Formosa (GO)
Total do dia: 690 km (300 km trecho cronometrado)

Segunda (20/08)
2ª Etapa: Formosa (GO) – Posse (GO)
Total do dia: 386 km (307 km trecho cronometrado)

Terça (21/08)
3ª Etapa: Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)
Total do dia: 350 km (255 km trecho cronometrado)

Quarta (22/08)
4ª Etapa: Luís Eduardo Magalhães (BA) – Barra (BA)
Total do dia: 478 km (355 km trecho cronometrado)

Quinta (23/08)
5ª Etapa: Barra (BA) – São Raimundo Nonato (PI)
Total do dia: 446 km (400 km trecho cronometrado)

Sexta (24/08)
6ª Etapa: São Raimundo Nonato (PI) – Juazeiro do Norte (CE)
Total do dia: 603 km (226 km trecho cronometrado)

Sábado (25/08)
7ª Etapa: Juazeiro do Norte (CE) – Fortaleza (CE)
Total do dia: 654 km (200 km trecho cronometrado)

Total geral: 3.607 km

Print Friendly, PDF & Email


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.