Darien Gap: a trilha mais perigosa do mundo

junho 18, 2018 12:37 pm

Rally Dakar? Sertões? Nada disso. A trilha mais perigosa do mundo – e aqui vale realmente o valor da palavra – é a conhecida Darien Gap, trajeto realizado há décadas, mas que aos poucos foi deixada para trás exatamente pela alta periculosidade nos mais diferentes aspectos.
Os construtores da Transpanamericana deixaram uma lacuna para trás e lá se formou o perigoso caminho, que traz mais de 100 km sem estradas desenhadas, muitos insetos, malária, além de territórios comandados por traficantes e afins, passando da América do Norte e Central para a América do Sul, atravessando o Panamá até a Colômbia, e ainda passando por outros países. Em resumo: selvas, pântanos, guerrilhas, sequestradores e uma polícia corrupta.


Aventureiros começaram a viajar pela área ainda em 1960 e conheceram diversos desafios quase impossíveis. Já nos 70, os primeiros “loucos” conseguiram atravessar o caminho. Com o passar do tempo, outros tantos tentaram, conseguiram ou sumiram. Apesar de tudo, belas paisagens, e muitos animais exóticos, trazem algum sentido para a aventura.


“O Darien Gap é um lugar extremamente perigoso – é provavelmente o lugar mais perigoso no Hemisfério Ocidental, definitivamente na Colômbia, é usado como um canal para drogas, não há polícia lá, não há forças armadas, as trilhas não estão marcadas. A menos que você tem muita experiência na Colômbia, eu não sugeriria. A selva não é vista como um lugar que é intocada e bonita – e é vista como um lugar onde você é morto. Quero dizer, eu sei como você pode caminhar o Darien agora. Mas você tem que ter um grupo de homens armados com você”, comentou Robert Young Pelton, um dos malucos que resolveu topar com o Darien.

Em 2007, um grupo de americanos passaram de jeeps, toyotas e contando com a ajuda do exército panamenho e colombiano, uma forma segura. Muitas viaturas, caminhões, aviões e motos ficaram pelo caminho, criando um “cemitério”.
Apaixonados pelas histórias do Gap, o aventureiro brasileiro Sandro Roberto Dias é outro que fala sobre a percurso arrojado. “Eu como off roader sempre tive um gosto especial pelos lugares mais difíceis, trilhas mais pesadas e até inacessíveis, até descobrir o Darien Gap. Após alguns anos de leitura e estudo de uma possível travessia chega a consciência e diz: rapaz não é pra você, e tudo acabou com a realidade sendo nítida. Darien é lugar para poucos e selecionados desbravadores, seja ele a pé ou motorizado”, definiu.

 

Print Friendly, PDF & Email


1 Comentário

Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.