Rally dos Sertões: Otávio Enz e Allan Enz são vice campeões na Super Master da edição de 25 anos

agosto 29, 2017 6:34 pm

Única dupla paranaense fez sua segunda participação na competição a bordo do Mitsubishi Pajero Full 3D, inscritos na modalidade de regularidade

Otávio Enz e Allan Enz (Gustavo Epifanio/Fotop)

Otávio Enz e Allan Enz (Gustavo Epifanio/Fotop)

Otávio Enz e Allan Enz cruzaram a rampa de chegada da 25ª edição do Rally dos Sertões neste sábado (26), na cidade turística de Bonito (MS). Os pilotos nos carros de regularidade comemoraram a conclusão do desafio, formado para a modalidade por 2.821 quilômetros, pelos Estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O evento que fez parte do Campeonato Rally Cross Country para motos, quadriciclos, UTVs e carros, teve início no último dia 19 de agosto, na capital goiana.

Pódio da categoria Super Master da modalidade de regularidade (Magnus Torquato/Fotop)

Pódio da categoria Super Master da modalidade de regularidade (Magnus Torquato/Fotop)

A sétima e última etapa do roteiro largou de Aquidauana (MS) com 378,40 quilômetros, sendo 151,99 quilômetros de especial navegada ao completar em 3º lugar Otávio garantiu o 2º mais rápido entre os carros da categoria Super Master ao lado do filho Allan Enz. “Foi um rali muito duro, com um altíssimo grau de dificuldades”, disse Otávio Enz, pela 2ª vez na prova. “A felicidade de cruzar a rampa de chegada é enorme”, acrescentou o piloto.

A dupla de Apucarana (PR), marcou duas vitórias (quinta e sexta etapas), dois segundos lugares (primeira e quarta), um terceiro lugar (sétima etapa), além de um quarto e quinto lugares, ao final na classificação geral somaram um total de 174 pontos ganhos.

A 25ª edição do Rally dos Sertões entra para a história como sendo uma das que mais exigiu conhecimento técnico de seus competidores e resistência dos veículos. Entre a partida em Goiânia (GO), no dia 19 de agosto, e a chegada, hoje, em Bonito (MS).  O ineditismo do roteiro, que pela primeira vez passa pelo Mato Grosso do Sul, em terras do Pantanal, também foi um outro fator que equiparou o grau de dificuldade dos pilotos, já que alguns nunca haviam passado por estas regiões competindo. Foram sete dias desgastantes, porém de pura aventura, tanto para os competidores, quanto para as máquinas e para as equipes de apoio, que seguiram todo o percurso em caravana.

Já em Bonito, a festa do 25º Rally dos Sertões seguiu bonita, com a chegada dos pilotos. A cerimônia de premiação também aconteceu no mesmo local, na Praça da Liberdade, na Rua Coronel Pilad Rebuá, às 21 horas.

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.