Rally dos Sertões: Luiz Facco e Humberto Ribeiro cruzam a rampa de chegada em Bonito (MS)

agosto 29, 2017 6:39 pm
Nesta temporada, Facco pilota uma Mitsubishi Triton Sport SR - Foto: Gustavo Epifânio/Fotop

Nesta temporada, Facco pilota uma Mitsubishi Triton Sport SR – Foto: Gustavo Epifânio/Fotop

O Rally dos Sertões que largou em Goiânia (GO), no dia 20, passou por Mato Grosso e terminou no sábado, 26, em Bonito, no Mato Grosso do Sul. Foram 3.300 quilômetros, sendo 1.999 de trechos cronometrados. O roteiro da edição de 25 anos foi exigente, com dias longos e Especiais com vários tipos de terrenos e adversidades que exigiram demasiadamente das máquinas e do preparo físico dos competidores. Luiz Facco e Humberto Ribeiro #310, neste ano, disputaram pela primeira vez a competição pela categoria Protótipos e, a bordo da Mitsubishi Triton Sport SR, veículo que vem sendo desenvolvido pela equipe, desde o início da temporada e, a cada prova, mostra sua evolução. Mas o carro teve alguns problemas durante o percurso e a dupla finalizou a prova em 8º na Protótipos T1.

Rally dos Sertões passou por GO, MT e MS e teve 3.300 km - Foto:  Marcelo Maragni/Fotop

Rally dos Sertões passou por GO, MT e MS e teve 3.300 km – Foto: Marcelo Maragni/Fotop

A equipe Acelera Siriema teve um saldo positivo, pois andou num ritmo muito forte e completou dias cruciais com bom desempenho, como na quinta etapa, entre Barra do Garças (MT) e Coxim (MS), que teve a Especial mais longa da edição 2017, 438 quilômetros de trechos cronometrados de um total de 666. Das sete etapas, Facco e Ribeiro conquistaram uma vitória na Protótipos T1 (com 7o lugar na geral) na etapa 5, dois 2o lugares na categoria nas etapas 1 e 4. Ou seja, nos dias que completaram as Especiais, ficavam entre os ponteiros da categoria.

Mas alguns incidentes tiveram de ser driblados e prejudicaram o resultado da dupla na classificação acumulada e não foi possível concluir todo o roteiro como almejavam. A Protótipos T1 é a categoria dos carros nacionais mais potentes e rápidos do grid e contou com 11 duplas de um total de 42 carros inscritos. No rali competiram, ainda, motos, quadriciclos e UTVs. Largaram em Goiânia 161 veículos e 280 competidores e vários ficaram pelo caminho. De qualquer forma, superar as adversidades deste roteiro desafiante e cruzar a rampa de chegada, já é uma vitória.

O grid contou com 161 veículos, dos quais 42 na categoria carros - Foto:  Sanderson Pereira/ PhotoEsporte

O grid contou com 161 veículos, dos quais 42 na categoria carros – Foto: Sanderson Pereira/ PhotoEsporte

O paulista Facco concluiu seu 14º Rally dos Sertões, enquanto o navegador de Teresina, no Piaui está na 12ª participação. A dupla foi Campeã em 2015, na categoria Pró Brasil, sendo que o piloto é tricampeão da prova (tem mais dois títulos na Super Production em 2009 e 2010. Agora, a dupla segue competindo no Campeonato Brasileiro de Rally Cross County e outras provas.

Os campeões da 25ª edição do Rally dos Sertões foram: Cristian Baumgart e Beco Andreotti (carros), Jean Azevedo (motos), Diogo Zonato (quadriciclos) e Bruno Varela e Henrique Arena (UTVs). Mais informações e os demais resultados no www.sertoes.com

Depoimentos

Piloto Luiz Facco (Santana do Parnaíba/SP) mais de 20 anos de off-road, pentacampeão brasileiro de Rally Cross Country, hexacampeão paulista de Rally de Velocidade e tricampeão do Rally dos Sertões: “Vínhamos determinados e fazendo uma bela prova, em etapas muito desafiantes e travadas como gostamos. Nosso carro é sensacional, muito competitivo e foi uma pena não termos completado o Sertões como queríamos, mas ano que vem tem mais e, agora, seguimos no Campeonato Brasileiro (de Rally Cross Country, da qual a dupla é vice-líder na categoria).”

Navegador Humberto Ribeiro (Teresina/PI), 18 anos de off-road,  há cinco anos na equipe, bicampeão brasileiro de Rally Cross Country e último título no Rally dos Sertões em 2015 (Pró Brasil). “Concluímos mais um Sertões e definitivamente não foi como esperávamos. Mas ficou claro o potencial do carro e de nossa equipe. Não completamos todas as etapas, porém as que terminamos sempre chegamos bem, imprimindo um ritmo forte do início ao fim. Mas temos certeza que estamos no caminho certo. Agora, foco no Sertões 2018!”

Pela primeira vez, dupla disputou a prova pela Protótipos T1 - Foto: Gustavo Epifânio/Fotop

Pela primeira vez, dupla disputou a prova pela Protótipos T1 – Foto: Gustavo Epifânio/Fotop

Notícias e informações sobre a dupla no site www.acelerasiriema.com.br e no Facebook: @acelerasiriemarally. Acompanhe também os vídeos diários da dupla durante a prova na fanpage.

A equipe conta com o patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica, Yokohama e Acelera Siriema Rally e apoio da Mitsubishi, Spinelli Racing, Pró Tune e FD Stands e Displays

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.