Transcatarina 2017: o inverno tipicamente sulista chegou

junho 26, 2017 1:08 pm

O Transcatarina sempre é realizado na estação mais fria do ano, e a escolha da data tem um motivo: as paisagens naturais ao longo de todo o roteiro ficam ainda mais charmosas, com o tom especial das geadas matinais. Quem participa do evento, aproveita dos atrativos da melhor época do Sul do Brasil

314671_710761_314665_710752_dub_9119

A região Sul do Brasil – composta por Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – possui o inverno mais rigoroso de todo o País. Isso porque a região recebe uma massa polar atlântica que é muito fria… Logo, o inverno é a cereja do bolo para os participantes do Transcatarina – o maior evento off-road de Santa Catarina, que será realizado entre os dias 11 de 15 de julho, entre Fraiburgo e Itajaí, SC.

314671_710759_314665_710757_vec_6603Segundo a CIRAM – Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina –, a previsão para este ano nos meses de junho, julho e agosto é de um inverno tipicamente sulista, o que significa temperaturas abaixo de zero e geadas – características que farão a alegria dos off-roaders que estarão nesta nona edição do Transcatarina. Segundo a organização do evento, a SC Racing, haverá muitas belezas para serem apreciadas ao longo do roteiro de aproximadamente 800 quilômetros, que terá pernoites em Canoinhas e Rio Negrinho.

“O inverno de Santa Catarina é um dos principais apelos turísticos do Estado, que atraí anualmente milhares de turistas para a região. Posso dizer que o Transcatarina contribui também com isso, uma vez que mais de 700 pessoas de diversas regiões do País participam do certame. Quem encara essa aventura fora-de-estrada conosco tem o privilégio de se embrenhar por localidades que não estão nas principais ofertas das agências de turismo, logo, oferecemos passeios que contempla o clima bucólico de algumas cidades, em manhãs bem geladas. É recompensador para os olhos presenciar a paisagem toda branca nas primeiras horas do dia, cobrindo toda a vegetação”, destacou o diretor geral da SC Racing, Edson João da Costa.

Para o navegador catarinense, Rafain Walendowsky, de Brusque, o Transcatarina é um rali diferenciado e um dos motivos se justifica pelo clima. “Somos privilegiados com paisagens incríveis em meio à natureza e, a cada etapa percorrida, o cenário muda. Começaremos a competição na região serrana do Estado onde é bem frio; e terminaremos no litoral que tem o clima mais ameno. O fato de termos tantas sensações em poucos dias, faz o Transcatarina ainda mais especial”, salientou Walendowski, que lutará pelo terceiro título do rali, ao lado do piloto Flávio Roberto Kath, de Blumenau, SC.314671_710760_314665_710756_208_02_victoreleuterio_6285

As inscrições para o Transcatarina permanecem abertas e podem ser feitas pelo site www.transcatarina.com.br. As vagas para a nona edição estão quase esgotadas, então, quem ainda está indeciso é bom correr, para não ficar de fora desta emoção.

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.