Rally dos Sertões: Para Ricardo Barra e Vanderlei Hirt a primeira etapa foi satisfatória

setembro 5, 2016 6:05 pm
Neste domingo os competidores chegaram em Padre Bernardo, em Goiás (Victor Eleuterio/Fotop)

Neste domingo os competidores chegaram em Padre Bernardo, em Goiás (Victor Eleuterio/Fotop)

A primeira etapa do Rally dos Sertões disputada neste domingo foi impiedosa para muitos competidores inscritos na competição, e muitos ficaram pelo caminho devido às dificuldades. Analisando assim, para a dupla da Niterói Rally Team, cruzar a linha de chegada foi motivo de comemoração. Para o piloto Ricardo Barra e o navegador Vanderlei Hirt (Pajero Full/Graduados), chegar ao final da etapa entre Goiânia e Padre Bernardo, em Goiás, foi uma vitória.

Ricardo Barra e Vanderlei Hirt (Doni Castilho/DFotos)

Ricardo Barra e Vanderlei Hirt (Doni Castilho/DFotos)

“A prova estava bem complicada, com vários tipos de terreno e bastante irregular e maltratado pela passagens veículos do cross country anteriormente. O roteiro contou com trecho de serra, barrancos de um lado e abismo do outro, bem estreito, muita navegação e dificuldade de manter a média. No final deu tudo certo, e agora é pensar nos próximos dias. Estamos apenas na primeira de sete etapas”, relatou Barra que garantiu a quinta posição.

Exausto, Hirt também comentou sobre as dificuldades. “Terminamos a especial sem danos ao veículo, se comportou muito bem, não notamos nada que comprometa a prova de amanhã e apenas receberá uma revisão. Foi uma especial duríssima, mas conseguimos concluir bem. O rali segue e vamos a luta”, disse.

“A adrenalina foi constante, devido ao perigo eminente, parecia que a qualquer hora iria sair da estrada, tivemos momentos tensos, uma piscada de olho atrasada e era complicado recuperar. Durante o trajeto tivemos ainda alguns percalços, como uma boiada no meio da pista”, explicou o piloto. “Para os carros do regularidade não houve nenhuma interferência do cross country, sendo que era uma preocupação.

Ricardo aposta na regularidade da equipe nas próximas etapas. “Para a segunda etapa será mais um trecho duro com trial e pedras, irá exigir bastante do equipamento. O primeiro dia do rali havia uma carga de ansiedade muito forte, já daqui em diante seguimos mais confiantes na capacidade da dupla de fazer uma boa prova. A tônica amanhã é acalmar e manter um bom ritmo, já que o entrosamento com o Hirt está ficando cada vez mais afinado”, finalizou.

Pajero Full #402 durante o primeiro dia no Rally dos Sertões 2016 (Marcelo Maragni/Fotop)

Pajero Full #402 durante o primeiro dia no Rally dos Sertões 2016 (Marcelo Maragni/Fotop)

A segunda etapa nesta segunda-feira (05) prevê um percurso de 362,86 quilômetros e especial navegada de 117,12 quilômetros. As equipes vão largar de Padre Bernardo e o destino é Cavalcante (GO). “Amanhã a especial é mais longa e promete ser o dia mais duro do Rally dos Sertões. O objetivo é terminar todas as provas chegando bem”, finaliza o navegador Vanderlei Hirt.

A caravana do Rally dos Sertões com um total de 2.690 quilômetros a serem percorridos para a modalidade regularidade, sendo 928 quilômetros de especiais (trechos navegados) e 1.762 quilômetros de deslocamentos, partiu de Goiânia (GO) rumo à Padre Bernardo (GO), passará ainda por Cavalcante (GO), Posse (GO), Luís Eduardo Magalhães (BA), Mateiros (TO), Ponte Alta (TO) e a chegada acontecerá em Palmas (TO), dia 10 de setembro, com a cerimônia de premiação.

A equipe Niterói Rally Team conta com patrocínio Cerveja Itaipava e Natsu. A assistência mecânica e logística é da Mit Full Racing.

Resultado da primeira etapa do Rally dos Sertões de Goiânia para Padre Bernardo (GO) – Regularidade:

Categoria Graduados
1) #407 Fernando Luís Possetti/Cristina Starling Possetti, Pajero Full, 447 pontos
2) #409 Marcos Juliano Alves Bezerra/Roberto Luís Spessatto, Pajero TR4, 649 pontos
3) #413 José Carlos da Silva/Leandro de Macedo Ferreira, Pajero Full, 659 pontos
4) #403 Otávio Enz Marreco/Allan Zens, Pajero Full, 726 pontos
5) #402 Ricardo Barra/Vanderlei Hirt, Pajero Full, 948 pontos
6) #420 Mauro Alexandre Pizzolatto/Alexandre Rech, Pajero Full, 959 pontos
7) #404 Oscar Schmidt/Gustavo Schmidt, Pajero TR4, 1140 pontos
8) #415 Aurélio Bihalva/Tiago Raimundo Paiol, Pajero TR4, 1220 pontos
9) #401 Paulo Roberto Goes/Jhonatan Ardigo, Pajero TR4, 1435 pontos
10) #408 Marcelo Prevideli/Rafael Avelar, Pajero TR4, 3840 pontos
11) #412 José Eduardo Guerra/Marcia Guerra, Pajero Full, 11509 pontos

Categoria Turismo
1) #411 Sandra Dias/Maurício Gonçalves, Pajero Full, 799 pontos
2) #414 Adriano Rogério Goetlems/Henrique Rech, Amarok, 2077 pontos
3) #405 Sebastian Arias/Fabrício Ribeiro, L200 Triton, 15073 pontos
4) #404 Luís Fernando Carqueijo/Claudio Xavier Costa, Ford Ranger, 16078 pontos

PROGRAMAÇÃO

Segunda-feira, dia 05/09 – Etapa 2
Padre Bernardo (GO) – Cavalcante (GO)
Deslocamento inicial: 41,79 km
Trecho especial: 117,12 km
Deslocamento final: 203,58 km
Total do dia: 362,86 km

Terça-feira, dia 06/09 – Etapa 3
Cavalcante (GO) – Posse (GO)
Deslocamento inicial: 23,02 km
Trecho especial: 174,92 km
Deslocamento final: 370,22 km
Total do dia: 568,17 km

Quarta-feira, dia 07/09 – Etapa 4
Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)
Deslocamento inicial: 22,35 km
Trecho especial: 123,47 km
Deslocamento final: 282m18 km
Total do dia: 453,65 km

Quinta-feira, dia 08/09 – Etapa 5
Luís Eduardo Magalhães (BA) – Mateiros (TO)
Deslocamento inicial: 35,84 km
Trecho especial: 187,85 km
Deslocamento final: 186,50 km
Total do dia: 410,19 km

Sexta-feira, dia 09/09 – Etapa 6
Mateiros (TO) – Ponte Alta (TO)
Deslocamento inicial: 00 km
Trecho especial: 128,16 km
Deslocamento final: 190,93 km
Total do dia: 321,95 km

Sábado, dia 10/09 – Etapa 7
Ponte Alta (TO) – Palmas (TO)
Deslocamento inicial: 6,02 km
Trecho especial: 84,69 km
Deslocamento final: 190,93 km
Total do dia: 212,14 km

Total da prova do regularidade: 2.691 km
Total de trechos navegados: 928,29 km

Mais informações:
Facebook:
Niterói Rally Team

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.