Sol forte brilhou as trilhas do Rally Rota da Amizade

abril 4, 2016 3:37 pm
Foram quatro horas de prova, em um roteiro de 110 quilômetros Foto: Ney Evangelista / DFOTOS

Foram quatro horas de prova, em um roteiro de 110 quilômetros Foto: Ney Evangelista / DFOTOS

Tudo saiu conforme o “script”… Pensado e preparado nos mínimos detalhes, o 1º Rally Rota da Amizade foi realizado neste último sábado, 02, na cidade de Joaçaba, SC, reunindo duplas catarinenses, gaúchas e paranaenses. O certame foi promovido pela Secretaria de Estado de Turismo e Cultura e Esporte de Santa Catarina e pela Santur, em mais uma iniciativa da Rota da Amizade Convention & Visitors Bureau.

Para saudar os participantes, o Sol raiou forte no oeste de Santa Catarina, ultrapassando os 35 graus. A competição teve início às 14h, a partir da Praça da Catedral Santa Terezinha, ao lado do Teatro Alfredo Sigwalt. Foram quatro horas de prova, em um roteiro de 110 quilômetros que passou por propriedades particulares destinadas ao cultivo de pinus e mate.

Amigos, amigos… Disputas à parte

O Sol raiou forte no Rally Rota da Amizade, em Joaçaba, SC  (Divulgação)

O Sol raiou forte no Rally Rota da Amizade, em Joaçaba, SC
(Divulgação)

Sim… O clima entre as equipes é extremamente amistoso e os ralis funcionam também como um momento de encontro entre pilotos e navegadores que, além da competição, aproveitam para se descontraírem. Entretanto, quando estão dentro das trilhas, todos tem um único objetivo: a vitória! E eles levam isso muito a sério, e é por este motivo que o rali é o esporte que mais cresce no País.

E, em mais um combate acirrado, o título da Máster foi definido no critério de desempate. Leandro Pereira Moor e Claudio Roberto Flores obtiveram uma mínima vantagem de Gustavo Schmidit e Ivo Renato Mayer; ambos fizeram 32 pontos. “Foi um roteiro interessante, com bastante reflorestamento. O percurso estava bem medido e, como choveu dias antes do evento, havia lama e curvas escorregadias, tornando o certame técnico. Por ser a primeira edição do Rally Rota da Amizade, essa vitória se torna ainda mais especial para nós. Valeu os nossos esforços e no ano que vem estamos de volta”, afirmou Moor.

Na Graduados, os gaúchos Aurélio Bihalva e Tiago Poisl subiram no topo do pódio. “Prevíamos dias de chuva e piso molhado, mas tivemos tempo seco, com misto de lama, pedras, e subidas e descidas, em uma área ótima. Ficamos o tempo inteiro envolvidos com as nossas responsabilidades, mantendo a concentração, algo que foi difícil, principalmente, por conta do calor”, contou o navegador Poisl.

A dupla Wivalde Jona Liebl e Adimar Diego Mühlbauer foi a melhor pela categoria Turismo. “Para mim faltou um pouco de chuva”, brincou o piloto Liebl, que citou como principal obstáculo o tipo de terreno (ao que se referia as pedras) que é diferente ao que está acostumado (barro).

O evento contou com duplas catarinenses, gaúchas e paranaenses  (Divulgação)

O evento contou com duplas catarinenses, gaúchas e paranaenses
(Divulgação)

Para encerrar, na categoria Cidade, o primeiro lugar ficou com Henry Ritter Kirst e Aline Engelmann. “Apesar de sermos da região – Piratuba – não conhecia alguns pontos do trajeto e vi trilhas interessantes. O nosso maior desafio foi quando anoiteceu e ainda estamos em prova, isso exigiu da navegadora que teve de ficar bem atenta a planilha. Juntos, mantemos a concentração e decidíamos a melhor estratégia para alcançarmos o pódio. Essa foi a receita do nosso sucesso”, contou o piloto.

Ainda, quem tem veículo 4×2, pôde participar deste encontro e viveu momentos de incrível aventura sem danificar o carro (o roteiro foi diferenciado das demais categorias). Pela Graduado 4×2,os melhores foram Maicon Sganzerla de Carvalho e Marcio Camaroto. “Superamos os obstáculos com determinação e mostramos a nossa capacidade. Nossa estratégia foi confiar no nosso entrosamento e não cometer erros”, declarou o navegador Camaroto.

E fechando com chave de ouro o Rally Rota da Amizade, na Novato 4×2, Vinicius Allo e Helison Pasinato foram os mais regulares. “Superação. Prestamos atenção em todos os entraves, com a maior atenção possível, além de apostarmos na parceria da dupla”, salientou o piloto Allo. A festa de premiação começou às 20h no BS Restaurante.

Classificação – 1º Rally Rota da Amizade

Categoria Máster

1º Leandro Pereira Moor e Claudio Roberto Flores, 32 pontos
2º Gustavo Schmidt e Ivo Renato Mayer, 32 pontos
3º Daniel Maffi e Enedir Silva, 25 pontos
4º Eduardo Moser e Fernando Hostins, 25 pontos
5º Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, 22 pontos

Categoria Graduados

1º Aurélio Bihalva e Tiago Poisl, 32 pontos
2º Everton Gratt e Wesley Sari, 32 pontos
3º Rafael Cabongue e Bruno Eduardo Lindemann, 26 pontos

Categoria Turismo

1º Wivalde Jona Liebl e Adimar Diego Mühlbauer, 32 pontos
2º Edson Ziolkowski e Roberto Frey, 32 pontos
3º Rogério Acunha e Gustavo do Amaral Plieski, 26 pontos
4º Jeferson da Silva e Giane Maria Sohne, 24 pontos
5º Norton Martins e Gustavo Dal Bo Freccia, 22 pontos

Categoria Cidade

1º Henry Ritter Kirst e Aline Engelmann, 30 pontos
2º Lenoir Paza e Mauricio Ibrahim, 30 pontos
3º Claudemir Hubner e Evaldo Martin Schulze, 27 pontos
4º Eloi Petry e Naor Petry, 27 pontos
5º Marcelo Bueno da Silva e Fábio Bortoluzzi, 20 pontos

Categoria 4×2 Novatos

1º Vinicius Allo e Helison Pasinato, 34 pontos
2º Felipe José Mardule e Giovane luiz Sales, 27 pontos
3º André Bruno Buttner e Jair Antonio da Silva Filho, 23 pontos
4º Geanpaulo Pasa e Alessandro Rodrigues, 22 pontos
5º Adilson Silva e Mariana linai Bonotto, 21 pontos

Categoria 4×2 Graduados

1º Maicon Sganzerla de Carvalho e Marcio Camaroto, 34 pontos

O Rally Rota da Amizade é um oferecimento de Secretaria de Estado de Turismo e Cultura e Esporte de Santa Catarina e a Santur.
E tem apoio de Floripa Textil, Q7 Off-Road, BS Restaurante, DM Auto, Hotel Jaraguá, Teatro Alfredo Sigwalt, Cantina Baviera.
Realização: Rota da Amizade e SC Racing
Supervisão: FAUESC

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.