Rally do Velho Chico: e o rali cross country prevalece em pleno sertão alagoano

março 29, 2015 8:28 pm
Vinicius Barbalho Mota e Rafael Cunha Shimuk venceu a etapa entre os UTVs - Foto:  Arthuro Paganini/DFOTOS

Vinicius Barbalho Mota e Rafael Cunha Shimuk venceu a etapa entre os UTVs – Foto: Arthuro Paganini/DFOTOS

O 4º Rally do Velho Chico foi um verdadeiro “rock and roll”… Ao explorar estradas vicinais do sertão alagoano, a organização do evento (a FAM – Federação Alagoana de Motociclismo – e a RallySP), proporcionou uma competição com características bem variadas. Os 500 quilômetros totais de prova apresentaram obstáculos off-road diversos que exigiram experiência, habilidade e resistência física e mecânica. Mas, sobretudo coragem e ousadia, para aqueles que tinham o primeiro lugar do pódio como maior objetivo.

O segundo dia de prova teve 162 quilômetros, entre Pão de Açúcar e Traipu, passando por Belo Monte -, lembrando que a disputa começou no sábado, 28, em Maceió, AL. A chegada ocorreu as margens do famoso Rio São Francisco e marcou o fim do roteiro original de 500 quilômetros do 4º Rally do Velho Chico.

De acordo com o diretor de prova, Deco Muniz, o trajeto deste domingo passou por um terço de cada cidade envolvida, e apresentou variação de altitude devido aos trechos de serra bastante sinuosos. Trial, erosões, buracos, pedras, depressões e lombas continuaram a fazer parte do menu. Um presente especial foi o Rio São Francisco, que esteve ao alcance dos olhos dos participantes por quase que todo o caminho.

José Hélio Rodrigues e Felipe Bianchini foram os grandes campeões do Velho Chico - Foto:  Arthuro Paganini/DFOTOS

José Hélio Rodrigues e Felipe Bianchini foram os grandes campeões do Velho Chico – Foto: Arthuro Paganini/DFOTOS

O Rally do Velho Chico também levou a alegria aos moradores dos inúmeros povoados estabelecidos ao longo deste caminho, a exemplo de Barra do Ipanema, Linha, Telha, Taperá, Coquinhos, Ponta da Serra, Riacho da Jacobina, entre outros. A maioria assistia ao rali de perto pela primeira vez.

Pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

O 4º Rally do Velho Chico abriu a temporada do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para motos, quadriciclos e UTVs. Desta forma, a prova deste domingo valeu pontos pela segunda etapa do certame nacional.

Assim, o piloto mais rápido do dia entre as motos e que leva a pontuação máxima para a tabela foi Jean Azevedo. Na segunda posição, veio Adrian Metge, e em terceiro, Tunico Maciel.

Entre os quadriciclos, o melhor foi Francinei Costa, seguido por Tom Rosa e Osmar de Mendonça Júnior, nas segunda e terceira colocações, respectivamente.

E, na categoria UTVs, a vitória ficou com Vinicius Barbalho Mota e Rafael Cunha Shimuk. A dupla José Hélio Rodrigues e Felipe Bianchini ficou em segundo lugar, e Lucas Araujo Barros e Lauro Sobreira, vieram em terceiro.

Nos carros, Maycon Gomes Soares e Giovani Caland Brígido venceram o dia. “Sensacional! Estava preocupado em completar a especial com cautela, e o resultado veio. Essa foi a minha segunda prova de velocidade e foi uma experiência muito boa correr no Rally do Velho Chico”, contou Soares.

Maycon Gomes Soares e Giovani Caland Brígido fizeram o melhor tempo na etapa - Foto:  Doni Castilho/DFOTOS

Maycon Gomes Soares e Giovani Caland Brígido fizeram o melhor tempo na etapa – Foto: Doni Castilho/DFOTOS

Os grandes campeões do 4º Rally do Velho Chico

E também temos os vencedores do evento… Aqueles que na soma dos dois dias de competição, fizeram a melhor marca. O piloto Jean Azevedo sagrou-se tricampeão do rali. “São três participações e três títulos”, salientou ele. “Na primeira etapa tive problemas no freio, por isso, eu precisava de uma boa estratégia de recuperação. E deu certo, imprimi um bom ritmo de aceleração em um piso mais cascalhado e técnico, curti bastante o que foi preparado pela organização”, completou Azevedo.

Entre os quadriciclos, o piloto Francinei Costa comemorou sua primeira grande vitória no rali cross country. “Eu estava apenas 21 segundos atrás do meu principal concorrente, então decidi acelerar tudo o que podia até alcançá-lo, o que significou que recuperei 30 segundos. Então, fiquei na poeira dele até o final do trecho, apenas administrando o resultado e sem correr riscos de quebras ou acidentes”, contou Costa.

Nos UTVs, José Hélio Rodrigues e Felipe Bianchini tinham vantagem suficiente para assegurarem o primeiro lugar do Rally do Velho Chico e assim, comemoraram a vitória. “É muito importante começar a temporada do rali cross country com o pé direito. Nada melhor do que voltar para casa com um saldo positivo. Essa competição exigiu muita resistência do veículo, mas sobretudo habilidade dos tripulantes para conduzir a máquina de forma equilibrada e rápida, sem comprometer o equipamento. Estamos satisfeitos”, enfatizou o piloto.

E por fim, nos carros, Daniel Busgaib Sampaio e Sérgio Bessa sagraram-se os campeões. “Essa foi a primeira vez do piloto no rali cross country e é motivo de orgulho a dupla sair vencedora de um rali como Velho Chico. A organização foi eficiente e nos proporcionou uma disputa maravilhosa”, elogiou Bessa.

Já era noite quando os off-roaders se despediram de Traipu. O presidente da FAM, Breno Beltrão, agradeceu aos participantes e patrocinadores. “Obrigado a todos as pessoas que nos prestigiaram, sobretudo aos pilotos, navegadores e patrocinadores. Estamos contentes com os resultados obtido em mais essa edição… Vamos nos preparar para o quinto ano”, encerrou Beltrão. Para mais informações, acesse o site: www.velhochico.net.br.

Classificação – 4º Rally do Velho Chico

2º dia

Categoria Motos

1º Jean Azevedo, 02h13min20s
2º Adrian Metge, 02h14min49s
3º Tunico Maciel, 02h18min26s
4º Ricardo Martins,02h18min26s
5º Dário Júlio, 02h20min20s

Categoria Quadriciclos

1º Francinei Costa, 02h29min06s
2º Tom Rosa, 02h29min35s
3º Osmar de Mendonça Júnior,02h54min57s
4º Hélio Pessoa, 02h58min23s
5º Rodrigo Borges Lins, 08h50min00s

Categoria UTVs

1º Vinicius Barbalho Mota e Rafael, 02h25min08s
2º José Hélio Rodrigues e Felipe Bianchini, 02h28min16s
3º Lucas Araujo Barros e Lauro Sobreira, 02h32min04s
4º Marcus Vinicius Cavalcante Filho e Daniel Neves Macedo, 02h34min05s
5º Carlos Eduardo Ambrósio e Carlos Eduardo Sachs, 02h42min52s

Categoria Carros

1º Maycon Gomes Soares e Giovani Caland Brígido, 02h45min29s
2º Daniel Busgaib Sampaio e Sérgio Bessa, 03h03min18s
3º Alberto Carlos Bezerra Wandereley e Luciano Bezerra Wandereley, 04h00min00s

Classificação Geral – 4º Rally do Velho Chico

Categoria Motos

1º Jean Azevedo, 04h16min59s
2º Adrian Metge, 04h18min15s
3º Ricardo Martins, 04h20min36s
4º Tunico Maciel, 04h20min49s
5º Ramon Sacilotti, 04h28min31s

Categoria Quadriciclos

1º Francinei Costa, 04h55min19s
2º Tom Rosa, 04h55min27s
3º Osmar de Mendonça Júnior, 05h33min37s
4º Hélio Pessoa, 05h43min53s
5º Rodrigo Borges Lins, 12h56min48s

Categoria UTVs

1º José Hélio Rodrigues e Felipe Bianchini, 04h33min03s
2º Vinicius Barbalho Mota e Rafael, 04h53min39s
3º Lucas Araujo Barros e Lauro Sobreira, 04h59min16s
4º Carlos Eduardo Ambrósio e Carlos Eduardo Sachs, 04h58min24s
5º Marcus Vinicius Cavalcante Filho e Daniel Neves Macedo, 04h59min31s

Categoria Carros

1º Daniel Busgaib Sampaio e Sérgio Bessa, 05h47min54s
2º Maycon Gomes Soares e Giovani Caland Brígido, 06h45min53s
3º Armando Bispo da Cruz e Lourival Roldan, 06h46min46s
4º Alberto Carlos Bezerra Wanderley e Luciano Bezerra Wanderley, 09h08min00s
5º Ricardo Maia Aguiar e Arthur Vitorino di Pace, 10h17min48s

Programação – 4º Rally do Velho Chico

29 de março – domingo
10h – Largada (início da planilha) – deslocamento inicial de 45 quilômetros
11h – Largada da Prova Especial 2 – 150 km – Pão de Açucar X Traipu
13h – Início da chegada / Parque Fechado – Traipu, AL
15h30 – Divulgação dos resultados
16h – Início da premiação – Traipu, AL
17h – Encerramento do evento – Traipu, AL

Acompanhe o Velho Chico nas redes sociais:
Facebook: http://www.facebook.com/RallydoVelhoChico
Instagram: @rallydovelhochico

O Rally do Velho Chico tem patrocínio de Parque Shopping Maceió, Cachaça Caraçuipe, Celebration, Engeap Engenharia, Polaris/G2 Racing, Rotacar Locadora Rent a Car, Harcos Corretora e Posto LIBERAL/BR.

Apoio Institucional: Governo de Alagoas, AMA – Associação dos Municípios Alagoanos, Prefeituras Municipais de: Pão de Açucar, Major Izidoro, Jacaré dos Homens, Belo Monte, e de Traipu.

Realização: RallySP / FAM – Federação Alagoana de Motociclismo

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.