POLARIS é tetracampeã do RALLY DAKAR 2015

janeiro 19, 2015 5:01 pm
A bordo de um Polaris RZR XP 1000, Willy Alcaraz, da equipe Polaris Xtreme+ Racing, conquista a categoria T3 e a solo na competição

A bordo de um Polaris RZR XP 1000, Willy Alcaraz, da equipe Polaris Xtreme+ Racing, conquista a categoria T3 e a solo na competição

O piloto francês William Alcaraz

O piloto francês William Alcaraz

Pela quarta vez consecutiva, a equipe Xtreme+ Racing, patrocinada pela Polaris, líder mundial no segmento de ATV (quadriciclo) e UTV (side-by-side), comemora a conquista da categoria T3 FIA, onde se enquadram os UTVs, na 37ª edição do Rally Dakar.

O piloto francês William Alcaraz venceu o rali mais difícil do mundo e comemorou, além do tetracampeonato na modalidade, a sua terceira vitória na categoria solo.

A bordo do modelo RZR XP 1000, preparado para provas que exigem impecáveis níveis de potência e agilidade, Willy foi o 46º a cruzar a linha de chegada, com o tempo de 72:07:31, dos 67 veículos restantes. O campeonato contou com 140 carros inscritos.

“A conquista pela quarta vez consecutiva desse título mostra a durabilidade e a ótima performance dos modelos Polaris RZR em situações extremas, como as encontradas no Dakar, considerado o rali mais difícil do mundo devido ao seu extenso percurso, grande variedade de terrenos e obstáculos que exigem muita técnica e resistência dos participantes”, comenta Rodrigo Lourenço, diretor geral da Polaris na América do Sul.dakarpolaris (4)

O maior e mais tradicional evento off road se iniciou no dia 4 de janeiro e terminou no último sábado, 17, tendo largada e chegada em Buenos Aires, Argentina, após percorrer mais de 9.000 quilômetros de terrenos complexos e sinuosos, sendo pouco mais de 4.000 trechos cronometrados.

dakarpolaris (1)

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.