Rally dos Sertões: Coma vence mais uma etapa e lidera nas motos. Nos quads, Medeiros assume a ponta

agosto 26, 2014 8:15 pm
Os líderes da categoria UTV: Casarini e Shiga  - Foto: Ricardo Leizer / Webventure

Os líderes da categoria UTV: Casarini e Shiga – Foto: Ricardo Leizer / Webventure

Nos UTVs, André Sawaya e Eduardo Costa foram os melhores na chegada do Sertões a Minas Gerais

26/08 – Catalão (GO) / Paracatu (MG) – 3ª Etapa
Deslocamento inicial: 22,20 km
Trecho especial: 209,86 km
Deslocamento final: 128,39 km
Total do dia: 360,45 km

Uma terceira especial dura e técnica levou os competidores da 22ª edição do Rally dos Sertões a cruzarem a divisa entre Goiás e Minas Gerais, nesta terça-feira (dia 26). Partindo de Catalão, eles encerraram o dia na cidade mineira de Paracatu, que recebe o Sertões pela primeira vez na história. Foram 360,45 km no total, com a maior especial disputada até agora na edição de 2014 (209,86 km).

Nas motos, o espanhol Marc Coma (KTM Red Bull Factory Team) voltou a vencer. O líder do Mundial de Rally Cross Country e campeão do Sertões em 2010 fechou a especial com o tempo de 2h36min10s. Em segundo lugar, ficou o brasileiro Jean Azevedo (Honda Mobil de Rally), seguido pelo português Paulo Gonçalves (Team Honda HRC).

No geral, Coma – que também venceu a 1ª etapa – lidera com 5h18min37s, 3min19s de vantagem para Gonçalves e 3min34s para Azevedo. Uma briga de gigantes. Trinta e seis motos continuam na disputa do rali.

Marcelo Medeiros é o novo líder nos quads  - Foto: Marcelo Machado / Webventure

Marcelo Medeiros é o novo líder nos quads – Foto: Marcelo Machado / Webventure

“Foi um dia um pouco maior, difícil, onde fui tentando tirar o máximo para recuperar tempo. Foi uma boa etapa, mas sempre difícil encontrar um ritmo adequado”, destacou Coma.

Para o experiente Jean Azevedo, que disputa seu 19º Sertões, foi um dia com a cara do rali. “Foi um dia mais longo, com características parecidas com as de ontem, com menos lombas, mais curvas e trechos travados. Foi um dia de Sertões, bem gostoso de andar. Com o segundo lugar de hoje dá para manter a disputa no rali”, acredita o pentacampeão da prova.

“Hoje foi uma especial bem legal. Eu saí na frente e sabia que dificilmente iria ganhar tempo. Amanhã vai ser um dia ainda maior e eu espero recuperar o tempo que eu perdi hoje abrindo a especial”, declarou Gonçalves, atual campeão do Sertões.

Vitória maranhense nos Quadriciclos
Quatorze quadriciclos completaram a 3ª etapa do Sertões, nesta terça-feira. A vitória ficou com o maranhense Marcelo Medeiros (Taguatur Racing), que havia vencido o prólogo em Goiânia e fez o tempo de 2h46min58s na especial do dia. Com o resultado, o piloto também assumiu a liderança no geral, com 1min57s de vantagem para Robert Nahas (RNN Sports), que terminou em quarto nesta terça, e 3min45s à frente do polonês Rafal Sonik (Sonik Team), que foi o terceiro no dia. O segundo lugar na especial ficou com Gabriel Varela (Divino Fogão Rally Team).

A categoria já conta com três vencedores diferentes em cada etapa. Sonik venceu a primeira, Nahas a segunda e agora Medeiros. O resultado animou o maranhense que na 2ª etapa cometeu um erro de navegação e perdeu tempo.

“O dia maior das três etapas, um dia que larguei em quinto nos quadriciclos, então tive muitos obstáculos nas ultrapassagens. Acabei ultrapassando dois quadriciclos e uma moto e fiz o melhor tempo da categoria. Acho que amanhã a especial é mais longa, com mais de 300 quilômetros e o jeito é manter o ritmo com segurança”, observou Medeiros, campeão da categoria em 2012.

Varela também finalizou a especial satisfeito. “Foi um dia muito bom, mais aberto, deu para acelerar bastante, não tinha tantos saltos, teve muita navegação no começo. Consegui entrar em todas as referências, sem perder tempo nenhum e acho que foi um belo dia”, avaliou.

Já Sonik, que havia cometido um erro na especial de segunda-feira, voltou a ter problemas. “Eu tive um erro que me custou uns 10 minutos hoje. Larguei atrás e peguei muita poeira, então tive que lutar, mas estava muito perigoso para ultrapassar. Tive que esperar muitos quilômetros para passar algumas motos”, explicou o polonês, que venceu o Sertões em 2010.

UTVs
Vinte UTVs seguem na briga pelo título do Rally dos Sertões. A vitória na 3ª etapa ficou com André Sawaya e Eduardo Costa (S2 Rally / Bike Box), que registraram o tempo de 2h51min02s. A categoria também está bem equilibrada e ainda não repetiu vencedores nas etapas iniciais.

Denisio Casarini e Eduardo Shiga (Casarini Can-Am) ficaram em segundo no dia e estão na liderança geral, mas com a dupla Rodrigo Varela/João Arena (Divino Fogão Rally Team) a apenas 30 segundos. Os vice-líderes no acumulado terminaram o dia em terceiro lugar.

“Hoje a especial foi bem gostosa, com bastante trecho de serra. Acho que os cinco ou seis primeiros dos UTVs estão disputando nos segundos, então andamos no limite o tempo inteiro, não tivemos falhas e nem erros, só nos quilômetros finais administrei o combustível. Vamos ver se amanhã conseguimos melhorar essa deficiência do combustível, mas fora isso foi tudo ótimo, uma paisagem maravilhosa, tudo muito gostoso, umas retas boas, estava muito gostosa a especial”, destacou Casarini.

Quarta Etapa: Paracatu (MG) / São Francisco (MG)
Nesta quarta-feira (27), os competidores seguem para São Francisco, também no estado de Minas Gerais. Serão 585,30 km no total do quarto dia do rali (135,24 km de deslocamento inicial, 363,85 km de especial e 86,21 km no deslocamento final). A cidade recebe o rali pela primeira vez.

“Mais um dia completo. Após um deslocamento inicial com 80 km de terra, a especial começa com estradas menores com muitas deps, erosões e pedras com muitas fazendas. Começam então as areias que lembram muito a região do Jalapão. Passaremos pela ‘Vereda da égua’ que inspirou Guimarães Rosa no ‘Grande Sertão: Veredas’. A prova segue por estradas mais rápidas alternando piso duro, cascalho, areia. Teremos umas três travessias de rios e dois pontos de abastecimento. Nesta etapa, a especial para os caminhões será reduzida. No último trecho, a prova fica mais rápida e sinuosa, seguindo assim até o final da especial. O deslocamento final é tranquilo seguindo até a travessia da balsa em São Francisco”, contou Eduardo Sachs, diretor técnico da prova.

Entre Goiânia e Belo Horizonte, o Sertões vai passar por mais cinco cidades. Três são sede do rali pela primeira vez: a goiana Catalão e as mineiras Paracatu e São Francisco. Completam o percurso, Caldas Novas (GO) e Diamantina (MG), que já receberam o Sertões em outras edições.

Além de motos, UTVs e quads, o Sertões também tem as disputas das categorias carros e caminhões. São sete etapas até a chegada no dia 30 em Belo Horizonte e mais de 2,6 mil km percorridos. A prova conta com 197 competidores no total e pilotos de seis países, além do Brasil: Chile, Espanha, França, Polônia, Portugal e Reino Unido. Nas categorias motos e quads, o Sertões também é válido pelo Mundial de Rally Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

Os melhores na 3ª Etapa e no acumulado (resultado extraoficial):

Motos – 3ª Etapa
1 #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 02h36min10s
2 #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 02h37min28s
3 #1 PAULO GONÇALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 02h38min50s
4 #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 02h39min17s
5 #12 RUBEN FARIA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM 02h39min38s

Motos – Resultado Acumulado
1 #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 05h18min37s
2 #1 PAULO GONÇALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 05h21min56s
3 #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 05h22min12s
4 #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 05h24min37s
5 #3 JORDI VILLADONS (KTM / CASTEU ELF) 05h26min40s

Quads – 3ª Etapa
1 # 102 MARCELO MEDEIROS (TAGUATUR RACING) 02h46min58s
2# 105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 02h48min51s
3 #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 02h50min11s
4 # 100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 02h53min59s
5 #104 NEI COSTA (YAMAHA) 2h55min01s

Quads – Resultado Acumulado
1 #102 MARCELO MEDEIROS (PROTOTIPO / TAGUATUR RACING) 05h56min47s
2 #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 05h58min45s
3 #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 06h00min32s
4# 105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 06h01min59s
5 #103 TOM ROSA (YAMAHA / NC RALLY TEAM) 06h12min05s

UTVs – 3ª Etapa
1 #222 ANDRE SAWAYA/EDUARDO COSTA (S2 RALLY / BIKE BOX) 02h51min02s
2 #207 DENISIO FILHO/EDUARDO SHIGA (CASARINI CAN-AM) 02h51min43s
3 #203 RODRIGO VARELA / JOAO HENRIQUE ARENA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 02h52min04s
4 #215 LUCAS BARROSO/LAURO SOBREIRA (TERRABELLA/ CAN-AM RACING) 02h52min14s
5 #202 JOSE HELIO/EDMILSON CAMARGO JR (POLARIS RACING) 02h52min58s

UTVs – Resultado Acumulado
1 #207 DENISIO FILHO/EDUARDO SHIGA (CASARINI CAN-AM) 06h06min08s
2 #203 RODRIGO VARELA / JOAO HENRIQUE ARENA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 06h06min39s
4 #222 ANDRE SAWAYA/EDUARDO COSTA (S2 RALLY / BIKE BOX) 06h08min26s
3 #202 JOSE HELIO/EDMILSON CAMARGO JR (POLARIS RACING) 06h08min34s
5 #218 HENRIQUE GUTIERREZ/WEIDNER MOREIRA (PODIUM) 06h14min24s

Acompanhe o Sertões ao vivo e veja os resultados completos:
http://www.webventure.com.br/sertoes2014/resultados/dia

Confira a sequência da programação da 22ª edição Rally dos Sertões:

27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km

28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
Deslocamento inicial: 223,57 km
Trecho especial: 335,98 km
Deslocamento final: 85,89 km
Total do dia: 645,44 km

29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 0 km
Trecho especial: 178,87 km
Deslocamento final: 25,42 km
Total do dia: 204,29 km

30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 54,38 km
Trecho especial: 125,88 km
Deslocamento final: 151,96 km
Total do dia: 336,96 km
12h00 às 18h00: Chegada dos competidores
21h00: Cerimônia e Festa de Premiação

*Programação sujeita a alteração

Print Friendly
Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.