Com quase 200 competidores, Rally dos Sertões inicia sua 22ª edição neste sábado em Goiânia

agosto 21, 2014 8:20 am
O polonês Rafal Sonik já venceu o Sertões em 2010 - Foto: Gustavo Epifanio / Webventure

O polonês Rafal Sonik já venceu o Sertões em 2010 – Foto: Gustavo Epifanio / Webventure

O Rally dos Sertões inicia neste sábado, dia 23, em Goiânia (GO), sua 22ª edição. A disputa começa com o prólogo, que definirá a ordem de largada para a 1ª etapa no domingo (24). Serão sete etapas e mais de 2,6 mil quilômetros (1,572 mil de especiais) rumo a Belo Horizonte (MG), palco da chegada no dia 30.

A lista de inscritos extraoficial já conta com 126 equipes e 198 competidores divididos nas categorias carros (86 competidores), motos (39), quadriciclos (17), UTVs (42) e caminhões (14), reunindo grandes feras do rali nacional e internacional. Além do Brasil, mais nove países terão representantes na competição: África do Sul, Argentina, Chile, Espanha, França, Polônia, Portugal, Reino Unido e Uruguai. Nas categorias motos e quads, o Sertões também será válido pelo Mundial de Rally Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

Sob o comando da Dunas Race, o Rally dos Sertões é um dos maiores eventos esportivos do país, movimentando as economias das cidades por onde passa, deixando um legado social e ambiental. Entre competidores, imprensa, equipes de apoio, organização, produção e logística, mobiliza uma caravana de aproximadamente duas mil pessoas. Um evento 100% nacional, mas destacado por sua qualidade internacional nas partes técnica, esportiva e organizacional.

“São 22 anos e é sempre uma emoção muito grande a chegada de mais um Rally dos Sertões. Teremos mais uma edição especial, com mudanças que visam tornar o evento mais acessível para todos e um formato mais agradável para os competidores e patrocinadores, largando e chegando em finais de semana, o que também é melhor para o público”, comenta Marcos Moraes, da Dunas Race.

Guilherme Spinelli disputa mais um Sertões ao lado do navegador Youssef Haddad  - Foto: Eric Schroeder / Webventure

Guilherme Spinelli disputa mais um Sertões ao lado do navegador Youssef Haddad – Foto: Eric Schroeder / Webventure

“Teremos um percurso inédito, com todas as dificuldades de uma prova de rali, mas também trechos muito prazerosos e desafiadores. Aproveito mais uma vez para agradecer a todos os nossos patrocinadores e apoiadores, aos órgãos governamentais de Goiás e Minas Gerais e aos competidores pela confiança. Temos certeza que será um grande rali”, completa Moraes.

A movimentação em Goiânia começa nesta quarta-feira (20), com a abertura de box, no autódromo Ayrton Senna. Na quinta (21) e sexta (22), serão realizadas as vistorias técnicas. No sábado (23), a partir das 9 horas, os competidores saem do autódromo para a disputa do prólogo, que terá 10 km. Às 19h30, também no autódromo, acontecerá a largada promocional, para que o público veja de perto as principais estrelas do rali e suas supermáquinas. A entrada será gratuita.

Entre Goiânia e Belo Horizonte, o Sertões vai passar por mais cinco cidades. Três serão sede do rali pela primeira vez: a goiana Catalão e as mineiras Paracatu e São Francisco. Completam o percurso, Caldas Novas (GO) e Diamantina (MG), que já receberam o Sertões em outras edições.

A chegada em Belo Horizonte acontecerá no dia 30 na Praça Geralda Damata Pimentel, em frente à Lagoa da Pampulha, a partir das 10 horas, com entrada gratuita. Será montada uma arena para o público acompanhar a chegada dos competidores, além de contar com um agradável ambiente com música e espaço gastronômico, coordenado pelo renomado chef Eduardo Maya, com as delícias da culinária mineira. Também será montado um camarote para 300 convidados.

Carlo Collet campeão nos UTVs em 2013 - Foto: Marcelo Maragni / Webventure

Carlo Collet campeão nos UTVs em 2013 – Foto: Marcelo Maragni / Webventure

Confira como está a expectativa de alguns dos principais destaques da prova:

Carros:

Guilherme Spinelli (piloto, Brasil) – tetracampeão do Rally dos Sertões (2003, 2004, 2010 e 2011) / Equipe Mitsubishi Petrobras (Mitsubishi ASX Racing) – Navegador: Youssef Haddad
Este ano teremos quase mil quilômetros a menos de especiais do que em 2013, então o ritmo do rali com certeza será mais forte. Esperamos também mais serras, estradas de terra e cascalho, com piso melhor – a média horária das especiais será mais alta. E vai ser muito bacana passar uma noite na cidade de Catalão, que é onde fica a fábrica da Mitsubishi – que chamamos de “berçário”.
É muito bom estar em um rali com duplas que andam tão bem, que são competitivas. Isso eleva o nível da competição, que com certeza será emocionante. A categoria FIA vai ser muito disputada, dia a dia, quilômetro a quilômetro. E embora não venha nenhum piloto estrangeiro este ano, algumas equipes são e as duplas conhecem muito bem o Rally dos Sertões. Há vários pilotos com experiência no Rally Dakar e em etapas do mundial. Vamos focados e dispostos a encarar as dificuldades sempre em busca de bons resultados.

Reinaldo Varela (piloto, Brasil) – campeão do Rally dos Sertões em 2000 ( já venceu seis vezes por categoria, inclusive em sua última participação, em 2012) Equipe Divino Fogão Rally Team / Overdrive (Toyota Hilux) – Navegador: Gustavo Gugelmin

Estou muito feliz em voltar a participar do Sertões depois de um ano de ausência. O objetivo é disputar a ponta, como sempre. Para qualquer ralizeiro é um orgulho muito grande andar entre os primeiros na prova mais técnica e organizada do mundo, depois do Rally Dakar.

Marcos Baumgart (piloto, Brasil) – vice-campeão do Rally dos Sertões na categoria Protótipos T1 em 2007 – Equipe X Rally Team / NWM (Ford Ranger) – Navegador: Kleber Cincea

Para 2014 pensamos em um novo começo. Partimos praticamente do zero, entrando em uma categoria mais acima da nossa entre os carros, e trazendo um outro carro. Fizemos isso, claro, pensando em brigar pela vitória no geral, e é com esse objetivo que estamos no Sertões.

Cristian Baumgart (piloto, Brasil) – campeão do Rally dos Sertões na categoria Protótipos T1 em 2004 – Equipe X Rally Team / NWM (Ford Ranger) – Navegador: Beco Andreotti

O Sertões com sete dias de prova vai dar um quê de sprint no rali. Serão três dias a menos judiando do equipamento, então acho que alguns pilotos adotarão uma estratégia mais agressiva. De qualquer forma, sete dias exigem muito dos veículos e de todos os envolvidos. Estamos trazendo um carro novo, que estreou este ano, mas estamos com boas expectativas quanto aos nossos resultados.

Motos:

Jean Azevedo (Brasil) – pentacampeão do Rally dos Sertões (1995, 2000, 2002, 2004 e 2005) Equipe Honda Mobil de Rally (Honda CRF 450 X)
“A expectativa é boa. Me preparei muito bem nos últimos meses e vou em busca do hexa nas motos. Vai ser uma prova super disputada, com grandes pilotos e equipes. Vou fazer o meu melhor para buscar o título. O ano passado foi muito difícil, uma corrida de superação total. Tinha me preparado muito, mas faltando nove dias do rali, me machuquei e pensei que nem teria condições de competir. Fui para a competição sem saber se conseguiria completar e depois dos 10 dias chegar como o melhor brasileiro foi a recompensa por todo esforço.

Paulo Gonçalves (Portugal) – campeão do Rally dos Sertões 2013 e atual campeão Mundial de Rally Cross Country da FIM – Equipe Team Honda HRC (Honda CRF 450 Rally)

O Rally dos Sertões foi, pra mim e para toda a equipe, uma prova crucial para a conquista do título do ano passado e espero que este ano seja novamente positivo. Antes desta edição, já estive duas vezes no Sertões. Na primeira, eu não pude terminar, mas na segunda consegui a vitória e foi um passo importante na conquista do título mundial. Este ano, será igualmente importante e espero diminuir minha desvantagem no Mundial. É uma prova que eu gosto e este ano será um pouco menor do que na última edição, então temos de trabalhar bem. A equipe vem fazendo um grande trabalho e minha moto está muito competitiva, então vamos continuar brigando pela vitória.

O hexacampeão do Sertões Edu Piano - Foto: Eric Schroeder / Webventure

O hexacampeão do Sertões Edu Piano – Foto: Eric Schroeder / Webventure


Caminhões:

Edu Piano (piloto, Brasil) – hexacampeão do Rally dos Sertões (2005 ainda na categoria carros, 2007, 2008, 2009, 2011 nos caminhões leves e 2013 nos pesados) Equipe Ford Racing Trucks / Território Motorsport (Ford Cargo 1933 4×4) – Navegadores: Solon Mendes e Antonio Carlos de Sales
Este ano, em especial, iremos com muita garra e coragem para lutar pelo oitavo título consecutivo da equipe e pela minha sétima vitória no Sertões. Mas não será tarefa fácil, porque estaremos participando com uma infraestrutura mais reduzida. Além das dificuldades do roteiro, também teremos de driblar uma edição com menos recursos, mas a emoção e adrenalina não mudam em nada quando fiz meu primeiro Sertões há 19 anos. Solon (Mendes), Carlinhos (Antonio Carlos de Sales) e eu estamos preparados para encarar mais este desafio.

Guido Salvini (piloto, Brasil) – hexacampeão do Rally dos Sertões (2003, 2006, 2007, 2009, 2011 e 2012) Equipe Mobil Delvac Salvini Racing (Mercedes Benz Atego 1725 4×4) – Navegadores: Flavio Bisi e Fernando Chwaigert

Buscaremos a nossa sétima vitória no Rally dos Sertões, entre os caminhões pesados. A primeira foi em 2003, na classificação geral, quando não havia as subdivisões na nossa categoria. Teremos de tudo em grandes proporções: trilhas estreitas, trechos abertos e descampados, erosões, trial, lombadas, travessias de rios e de pontes, mata-burros, poeira intensa, trechos de serras e muito velocidade. E temos que estar sempre preparados para o improvável.

Quadriciclos:

Rafal Sonik (piloto, Polônia) – campeão do Rally dos Sertões 2010 e atual líder do Mundial de Rally Cross Country da FIM 2014 – Sonik Team (Honda TRX 700)
Para mim, o Sertões é um rali muito especial. Duas vezes, anteriormente, eu conquistei o mundial no país. Este ano, estou indo para o Brasil com a experiência que adquiri nas outras vezes, mas isso não significa que não estarei focado. Estou indo para vencer novamente, apesar de saber que existem grandes pilotos locais, que são difíceis de superar. No ano passado, tive sérios problemas técnicos depois de vencer cinco etapas. Fiquei de fora do pódio, então este ano não há espaço para erros. Além da competição, eu adoro pilotar no Brasil. A atmosfera é fantástica, as pessoas são alegres e sorriem o tempo todo. É uma experiência fantástica e um dos meus ralis favoritos.

Marcelo Medeiros (piloto, Brasil) – campeão do Rally dos Sertões em 2012 nos quadriciclos – Equipe Taguatur Racing (Protótipo 700)

Quero obter um bom resultado como em 2012 e 2013 (vice). Estou confiante. É um roteiro totalmente diferente dos anos anteriores. Isso mostra a diversidade de terreno.

UTVs:

Carlo Collet (piloto, Brasil) – hexacampeão do Rally dos Sertões (2001, 2002, 2003, 2005 e 2006 nos quads e 2013 nos UTVs) Equipe Bike Box Can-AM (Can-AM Maverick) – Navegador: Marcos Lara
Com o rali mais curto este ano as estratégias serão muito diferentes, porque teremos de ser mais agressivos desde o começo e dificilmente alguém poderá recuperar terreno em caso de quebras, ou acidentes. Estamos otimistas e esperando um bom desempenho de nosso UTV. Quero voltar para casa com o sétimo título do Sertões. Foram cinco nos quads e um quase dramático na UTV no ano passado, quando conseguimos recuperar a ponta no finalzinho.

Zé Hélio (piloto, Brasil) – pentacampeão do Rally dos Sertões nas motos (1999, 2003, 2007, 2008 e 2009), fará sua estreia nos UTVs – Equipe Polaris Racing (Polaris RZR 1000 XP) – Navegador: Edmilson de Camargo

Minha expectativa é a melhor possível em relação à competição. Mesmo sendo minha estreia nessa categoria no Sertões, estou confiante em conquistar bons resultados devido a rápida adaptação que consegui na condução do UTV e com a similaridade das motos na leitura de terreno durante as provas. Apesar de já ter experiência competindo com motos e carros, estou gostando muito dessa nova fase off-road a bordo do UTV. Sinto-me livre como na moto, porém, com a segurança mais próxima de um carro.

Veja a lista de inscritos (extraoficial) no link:

http://www.sertoes.com/ListaExtraOficial_2014.html

A programação do Rally dos Sertões 2014:

20 de Agosto (Quarta-feira) – Goiânia (GO) – Autódromo Internacional Ayrton Senna
• Abertura Área de Box

21 de Agosto (Quinta-feira) – Goiânia (GO) – Autódromo Internacional Ayrton Senna
• Vistoria Administrativa (somente para Equipes de Apoios)
• Vistoria Técnica
• Briefing Equipes de Apoio

22 de Agosto (Sexta-feira) – Goiânia (GO) – Autódromo Internacional Ayrton Senna
• Vistoria Administrativa (somente para Competidores)
• Vistoria Técnica
• Briefing Competidores

23 de Agosto (Sábado) – Goiânia (GO) – Autódromo Internacional Ayrton Senna
• Prólogo (a partir das 9 horas)
• Largada Promocional (a partir das 19h30)

24 a 30 de Agosto (Domingo a Sábado)
• Etapas Sertões:
24/08 – 1ª etapa – Goiânia (GO)/Caldas Novas (GO)
25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO)/Paracatu (MG)
27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)

30 de Agosto (Sábado)
• Chegada – Belo Horizonte (MG)
• Cerimônia de Premiação

*Programação sujeita a alteração

Outras informações: www.sertoes.com

Acesse o Rally dos Sertões no Facebook:
http://facebook.com/sertoesoficial

Siga o Sertões no Twitter:
www.twitter.com/sertoesoficial

YouTube – Canal Rally dos Sertões:
www.youtube.com/dunasrace

 

Print Friendly
Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.