Equipe Bull Sertões Rally Team aquece os motores para mais uma edição do Rally dos Sertões

agosto 9, 2014 5:45 pm

Michel Terpins/Sven Von Borries e Rodrigo Terpins/Fabrício Bianchini vão competir pela categoria Protótipos T1, na 22ª edição, que acontece entre 23 e 30/8

Box da Equipe Bull Sertões na edição de 2009 - Foto: Divulgação

Box da Equipe Bull Sertões na edição de 2009 – Foto: Divulgação

Contagem regressiva para a largada da 22ª edição do Rally dos Sertões e a equipe paulista Bull Sertões Rally Team está a todo o vapor e nos preparativos finais para a competição, que neste ano terá largada em Goiânia (23/8) e chegada em Belo Horizonte (30/8). A equipe disputará a prova com as duplas Michel Terpins e Sven Von Borries a bordo do carro #322 e Rodrigo Terpins e Fabrício Bianchini no carro #326. Os irmãos Terpins pilotarão pela primeira vez, os T-Rex, desenvolvidos pela equipe MEM, pela categoria Protótipos T1.

Os quatro integrantes da equipe têm trajetórias diferentes no off-road, mas em comum a paixão por adrenalina, velocidade e, sobretudo, o instigante desafio de superar as adversidades de uma prova como o Rally dos Sertões, que perde apenas para o Rally Dakar (o maior do mundo). Em meio a três paulistanos há um gaúcho, Bianchini, mas que reside em São Paulo há mais de duas décadas.

A dupla Michel e Bories parte para a terceira disputa na competição. Versátil, Michel, 37 anos, começou no Rally dos Sertões nas motos, em 2002, já navegou para o irmão Rodrigo e nas últimas três participações foi pilotando (carro). “O prazer que o off-road proporciona é indescritível de tão fascinante que é, por isto, disputar uma prova como o Sertões é um desafio que vicia. Vamos lutar para ficar entre os cinco primeiros da categoria”, explica o piloto que vai completar seis participações na competição.

Bories, 33 anos, tem uma história interessante na prova. Aos 14 anos, navegando para o pai (Wedigo Von Borries), foi campeão na geral dos carros em 1995, na primeira edição do Rally dos Sertões que foi introduzida a categoria carros. São seis participações agora, sendo as últimas três com a mesma parceira. “Desde 2008 navego para o Michel no Sertões e é uma parceria muito boa, onde a cada ano conseguimos desenvolver melhorias de entrosamento. Vamos dar o nosso melhor”, afirma o navegador.

Rodrigo e Bianchini, por sua vez, vão correr pela primeira vez juntos na competição. Aos 41 anos, Rodrigo está ansioso para voltar a acelerar, após um intervalo de cinco anos no grid. O piloto experimentou três marcas diferentes, nas três edições anteriores que participou e, em 2014, não será diferente, agora com um T-Rex “Estou contando os dias para o rali começar. Fabrício e eu fizemos um treino no início do mês, tivemos uma impressão bem positiva do T-Rex e nossa sintonia foi muito boa. Primeiramente nosso objetivo é completa a prova, mas estamos com boas expectativas”, ressalta.

Após 11 edições nas motos, sendo duas vezes vice-campeão na Production, Bianchini terá o desafio de estrear nos carros e também na navegação da categoria, apesar de pilotar em outros campeonatos do segmento. “Até o ano passado disputei na categoria motos e apesar de ser minha primeira vez nos carros, acredito que será bem mais tranquilo do que pilotar e ao mesmo tempo navegar, com sempre fiz. Pretendo ajudar ao máximo o Rodrigo na leitura do terreno para conquistarmos, um bom desempenho este ano”, explica o gaúcho.

Rodrigo e Bianchini durante o treino no início do mês - Foto: Divulgação

Rodrigo e Bianchini durante o treino no início do mês – Foto: Divulgação

Em 2014 serão sete ao invés de dez etapas, mas ao que tudo indica, a 22ª edição não permitirá que ninguém faça uma prova conservadora. Com três dias a menos, a estratégia para brigar pela ponta também será diferente e é com este espírito de garra e dedicação que a equipe Bull Sertões Rally Team segue para mais uma participação. Na próxima semana pilotos e navegadores da equipe farão um treino final, no interior de São Paulo, antes do embarque para Goiânia a fim de testar os últimos ajustes dos equipamentos.

Dois estados e sete cidades em 2014 – A edição de 22 anos da principal e mais desafiante prova off-road do Brasil terá um formato um pouco diferente das provas anteriores. O rali passará por sete cidades e dois estados apenas, Goiás e Minas Gerais. Os competidores vão percorrer um total de 2.679 quilômetros, dos quais 1.623 (60%) de trechos cronometrados tendo como cidades-sede das etapas: Goiânia (largada), Caldas Novas (GO), Catalão (GO), Paracatu (GO) e os municípios mineiros de São Francisco, Diamantina e Belo Horizonte (chegada). São aproximadamente 100 competidores entre as categorias carros e caminhões até o momento, e disputam também a prova, as categorias motos, quadriciclos e UTV´s.

A equipe Bull Sertões Rally Team conta com patrocínio da Bull Sertões, 100% Eventos, Xarla e apoio da equipe MEM.

 

 

 

Irmãos Terpins pilotarão pela primeira vez o T-Rex  - Foto:  Divulgação

Irmãos Terpins pilotarão pela primeira vez o T-Rex – Foto: Divulgação

Programação Rally dos Sertões 2014 (23 a 30/8)

23/08 – Prólogo – Goiânia (GO)
24/08 – 1ª etapa – Goiânia (GO)/Caldas Novas (GO)
25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO)/Paracatu (MG)
27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)

Print Friendly
Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.