Rally Transcatarina: aventura e passeio também são ações garantidas

agosto 1, 2014 5:54 pm

Transcatarina oferece a oportunidade de aliar o esporte off-road e o turismo - Foto: Telmo Bastos

Transcatarina oferece a oportunidade de aliar o esporte off-road e o turismo – Foto: Telmo Bastos

A família do Rally Transcatarina é grande, e a SC Racing está sempre atenta para inovar e aumentar esse grupo. Por isso, além das categorias destinadas à competição – Super Máster, Graduados, Júnior e Jeep -, há também a Passeio, Adventure 1 e Adventure 2, voltadas aos participantes que desejam vivenciar as aventuras fora-de-estrada sem se preocupar com pódio. É o prazer de fazer parte deste mega encontro, mas com um objetivo diferente: passear e conhecer os principais pontos turísticos, conciliado a uma boa aventura.

A sexta edição do Rally Transcatarina foi realizada de 23 a 26 de julho, entre Fraiburgo e Jaraguá do Sul, passando por Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho e Corupá, SC. Também bateu recorde de inscritos: 61 eram da Passeio, Adventure 1 e Adventure 2. “Como alinhamos esporte com o turismo, e andamos em regiões maravilhosas, decidimos criar a categoria Turismo em 2009. Seis anos depois, ela cresceu e se dividiu para podermos atender a todos que não competem, mas que tem um 4×4 (preparado ou não) e querem estar conosco”, declarou o diretor geral do evento, Edson João da Costa.

Para André Lucas Walendowsky e Eduardo Bianchini, inscritos na Adventure 1, essa foi uma experiência excelente – e como o próprio nome já diz, os percursos são mais radicais, com alguns obstáculos que deixa qualquer apaixonado por fora de estrada com o sorriso largo o rosto. “Foi um desafio superar todos os obstáculos que encontramos ao longo do roteiro. Optamos pela categoria que tem trilhas mais pesadas, por isso, além do cuidado ao dirigir é necessário ter um carro 4×4 muito bem preparado”, disse Walendowsky. A dupla é de Brusque, SC, e participou pela segunda vez do evento.

O diretor da categoria Adventure 1, Charles Macedo, contou que para escolher os caminhos que serão percorridos durante os três dias de passeio, a organização conta com a ajuda dos Jeep Clubes locais – que conhecem tudo de suas regiões. Todo o trajeto é escolhido com muito cuidado e carinho, sempre pensando em superar as expectativas daqueles que colocarão os 4×4 na trilha. “Fico muito feliz em realizar mais uma edição do Transcatarina para essas categorias. Este público é maravilhoso e gosta demais de off-road. Ano que vem tem mais, se Deus quiser”, afirmou Macedo.

A Passeio possui um percurso mais leve, sem muitos obstáculos - Foto: Telmo Bastos

A Passeio possui um percurso mais leve, sem muitos obstáculos – Foto: Telmo Bastos

Na Passeio, liderada por Telmo Ferreira Bastos, os caminhos foram mais leves, sem grandes obstáculos. Houve a participação de pessoas entre 12 e 84 anos, e a maioria, era de famílias. “Aproveitamos bastante. Viemos para nos divertir e atingimos nosso objetivo. Foi excelente, gostamos de verdade”, falou Robson Ferronato, que viajou ao lado da esposa, Michele. Eles são da cidade de Nova Prata, RS, e estrearam no Rally Transcatarina.

De acordo com Ferreira, todos os participantes ficaram com o gosto “de quero mais”. Neste comboio, o clima estava bem empolgante, onde o espírito de equipe merece ser destacado, pois, quando necessário, todos se ajudavam.

A SC Racing garante que em 2015 terá mais, e a expectativa é atrair mais adeptos para essas categorias.

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.