Rally Transcatarina terminou neste sábado em Jaraguá do Sul

julho 27, 2014 4:57 pm

O 6º Rally Transcatarina terminou neste sábado, em Jaraguá do Sul, SC  - Foto: Júnior Almeida

O 6º Rally Transcatarina terminou neste sábado, em Jaraguá do Sul, SC – Foto: Júnior Almeida

Mais um ano coroado pelo sucesso. O 6º Rally Transcatarina cumpriu seu propósito e levou os competidores a doarem tudo de si na arte de pilotar e navegar em estradas de terra… Começou a contagem regressiva para a edição de 2015

A alegria, os gritos de comemoração, os champagnes estourados, os abraços apertados entre competidores… Aquele sorriso e o olhar que valem mais do que mil palavras. Isso é o Rally Transcatarina! Um evento que criou raízes e uma legião de fãs.

O sentimento das 158 duplas que integraram o grid da sexta edição deste evento era único: satisfação e orgulho, e a opinião unanime de que, novamente, a SC Racing superou as expectativas e este foi o melhor Transcatarina de todos! “É o rali mais esperado do ano, porque além de ser uma prova longa, é diferenciada e uma grande família. Tudo o que envolve o evento é positivo… Até o clima colabora com certame, pois todo ano chove e deixa os roteiros ainda mais desafiadores, do jeito que gostamos”, elogiou o navegador Rogério Augusto Coelho, que compete ao lado do navegador Eduardo Ranghetti Rossi.

A edição de 2014 teve aproximadamente 800 quilômetros, entre Fraiburgo e Jaraguá do Sul, SC, com sedes em Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho e Corupá. Mas, para percorrer essa distância, cerca de 20 municípios catarinenses fizeram parte do roteiro de prova.

O percurso derradeiro e momento de começar a se despedir

O terceiro e último dia é sempre envolvido por um clima de tensão entre os líderes das categorias, as disputas são sempre parelhas. O roteiro entre Rio Negrinho e Jaraguá do Sul teve 150 quilômetros, com 80 quilômetros de trechos navegados, somados a uma variação de mais de 1 mil metro de altitude, entre a serra e o nível do mar.

Consequentemente, os cenários e obstáculos foram bem variados, adentrando plantações de pinus (com terreno molhado e escorregadio) e, posteriormente, área de bananal. Os laços estabelecidos pelo diretor de prova, Wagner de Souza, testaram a competência das duplas e foram cruciais na definição final dos resultados.

Na Super Máster, Rone Branco e Enedir Silva Júnior foram os melhores do dia, seguidos por Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, e Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller, respectivamente.

Na Graduados, subiram no topo do pódio Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos. Em segundo lugar ficaram André Pereira de Queiroz e Leandro Macedo Ferreira, e em terceiro, Eduardo Ranghetti Rossi e Rogério Augusto Coelho.

Pela Júnior, Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser, repetiram a terceira vitória no Transcatarina. Na segunda posição, vieram Rafael Cabongue e Neto Andrade, e na terceira, Charles Macedo Ritter e Marcelo Almada Coelho Ritter.

E na Jeep, Dervalei Kuhn e Evandro Mioto conquistaram o topo do pódio, a frente de Rogério Acunha e Gustavo do Amaral Plieski, e Marcos Osires Nunes e Marcos Vinícius Nunes.

Para deixar o nome na história do Rally Transcatarina

Começou a contagem regressiva para o Rally Transcatarina 2015 - Foto: Júnior Almeida

Começou a contagem regressiva para o Rally Transcatarina 2015 – Foto: Júnior Almeida

Na busca pelo título da categoria Super Máster, Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky fizeram uma campanha irretocável, e abriram uma vantagem considerável para seus concorrentes. Eles sagraram campeões pela segunda vez, sendo a primeira, em 2008 – na primeira edição do evento. “Largar com a informação de que você é o líder e tem que se manter líder até o final para conquistar o título, é a maior dificuldade. Subir de novo neste pódio altamente concorrido é inenarrável. O rali recebe competidores do Brasil inteiro, e me sinto orgulhoso por manter o título em Santa Catarina”, comemorou Kath, que mora em Blumenau. Os vice-campeões foram Rone Branco e Enedir da Silva Júnior, e em terceiro lugar, Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller.

Na Graduados, houve uma movimentação no pódio nos dois primeiros dias, porém, depois do terceiro dia de disputa, Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos mostraram que o primeiro lugar era deles, e soltaram o grito de campeão. “Mesmo após uma competição tão técnica como essa, tínhamos boas expectativas. Éramos líder da categoria e finalizamos com a melhor pontuação possível. Tudo correu como esperávamos”, declarou Santos. O segundo lugar ficou com André Pereira de Queiroz e Leandro Macedo Ferreira, e em terceiro, Edson Pereira Schebeski e Alexandre William Dalssoto.

Entre os off-roaders da Júnior, eles dominaram o Rally Transcatarina do começou ao fim. O piloto Marcos Gustavo Francio e o navegador Bruno Rozalen Tesser sagraram-se campeões. “Fizemos o nosso melhor para não errar, sem contar que competimos juntos há quatro anos, então temos um excelente entrosamento, e isso foi o nosso diferencial”, apontou Tesser. Logo atrás vieram Francklin Pscheidt e Fernando Santana Torquato, e Rafael Cabongue e Neto Andrade, na segunda e terceira posições, respectivamente.

E por fim, na Jeep, Devarlei Kuhn e Evandro Mioto são os novos campeões deste grupo, que mantém viva a história dos velhos 4×4. “A competição foi ótima e nos divertimos muito. Viemos com o objetivo de completar a prova e vamos embora com mais do que isso”, salientou Kuhn. Completaram o pódio, Marcos Osires Nunes e Marcos Vinícius Nunes em segundo lugar, e Rogério Acunha e Gustavo do Amaral Plieski, em terceiro.

Para obter mais informações acesse: www.rallytranscatarina.com.br.

Os vencedores na Super Máster: Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky - Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Super Máster: Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky – Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Graduados: Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos - Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Graduados: Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos – Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Júnior: Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser - Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Júnior: Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser – Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Jeep: Devarlei Kuhn e Evandro Mioto - Foto: Michel Rezende

Os vencedores na Jeep: Devarlei Kuhn e Evandro Mioto – Foto: Michel Rezende


Resultados – Dia 3

Categoria Super Máster

1º Rone Branco / Enedir da Silva Júnior, 77 pontos
2º Flávio Roberto Kath / Rafain Walendowsky, 70 pontos
3º Marnes Alexandre Floriani / Cristian Mueller, 67 pontos
4º Oscar Schmidt / Gustavo Schmidt, 63 pontos
5º Leandro Pereira Moor / Claudio Roberto Flores , 56 pontos

Categoria Graduados

1º Marcos Juliano Alves Bezerra / Willian Santos, 73 pontos
2º André Pereira de Queiroz / Leandro Macedo Ferreira, 72 pontos
3º Eduardo Ranghetti Rossi / Rogério Augusto Coelho, 60 pontos
4º Robson Garcia / Rafael Prada, 59 pontos
5º Edson Pereira Schebeski / Alexandre Willian Dalssoto, 58 pontos

Categoria Júnior

1º Marcos Gustavo Francio / Bruno Razalen Tesser, 75 pontos
2º Rafael Cabongue / Neto Andrade, 65 pontos
3º Charles Ritter / Marcelo Almada Ritter, 56 pontos
4º André Diniz Pereira / Marcelo Antônio Detoni, 55 pontos
5º Francklin Pscheidt / Fernando Santana , 48 pontos

Categoria Jeep

1º Devarlei Kuhn / Evandro Mioto, 79 pontos
2º Rogério Acunha / Gustavo do Amaral Plieski, 77 pontos
3º Marcos Osires Nunes / Marcos Vinicius Nunes, 44 pontos
4º Guilherme Utz Melere / Felipe Bopp Fuentefria, 44 pontos
5º Kassiano Kerber / Francisco Domingos Sette, 44 pontos

Classificação Geral – 6º Rally Transcatarina

Categoria Super Máster

1º Flávio Roberto Kath / Rafain Walendowsky, 179 pontos
2º Rone Branco / Enedir Silva Júnior, 171 pontos
3º Marnes Alexandre Floriani / Cristian Mueller, 158 pontos
4º Acyr Hideki Rodrigues da Silva / Renan Medeiros, 155 pontos
5º Oscar Schmidt / Gustavo Schmidt, 135 pontos

Categoria Graduados

1º Marcos Juliano Alves Bezerra / Willian Santos, 173 pontos
2º André Pereira de Queiroz / Leandro Macedo Ferreira, 169 pontos
3º Edson Pereira Schebeski / Alexandre William Dalssoto, 157 pontos
4º José Carlos da Silva / Waldemberg Barros, 153 pontos
5º Raniero Magnabosco Laghi / Volnei Correa da Silva, 145 pontos

Categoria Turismo

1º Marcos Gustavo Francio / Bruno Rozalen Tesser, 181 pontos
2º Francklin Pscheidt / Fernando Santana Torquatto, 168 pontos
3º Rafael Cabongue / Neto Andrade, 166 pontos
4º Charles Marcelo Ritter / Marcelo Almada Coelho Ritter, 132 pontos
5º André Diniz Pereira / Marcelo Antonio Detoni, 130 pontos

Categoria Jeep

1º Devarlei Kuhn / Evandro Mioto, 181 pontos
2º Marcos Osires Nunes / Marcos Vinícius Nunes, 181 pontos
3º Rogério Acunha / Gustavo do Amaral Plieski, 175 pontos
4º Kassiano Kerber / Francisco Domingos Sette, 156 pontos
5º Guilherme Utz Melere / Felipe Bopp Fuentefria, 128 pontos

A alegria, os gritos de comemoração, os champagnes estourados, os abraços apertados entre competidores… Aquele sorriso e o olhar que valem mais do que mil palavras. Isso é o Rally Transcatarina! Um evento que criou raízes e uma legião de fãs.

O sentimento das 158 duplas que integraram o grid da sexta edição deste evento era único: satisfação e orgulho, e a opinião unanime de que, novamente, a SC Racing superou as expectativas e este foi o melhor Transcatarina de todos! “É o rali mais esperado do ano, porque além de ser uma prova longa, é diferenciada e uma grande família. Tudo o que envolve o evento é positivo… Até o clima colabora com certame, pois todo ano chove e deixa os roteiros ainda mais desafiadores, do jeito que gostamos”, elogiou o navegador Rogério Augusto Coelho, que compete ao lado do navegador Eduardo Ranghetti Rossi.

A edição de 2014 teve aproximadamente 800 quilômetros, entre Fraiburgo e Jaraguá do Sul, SC, com sedes em Timbó Grande, Canoinhas, Papanduva, Rio Negrinho e Corupá. Mas, para percorrer essa distância, cerca de 20 municípios catarinenses fizeram parte do roteiro de prova.

O percurso derradeiro e momento de começar a se despedir

O terceiro e último dia é sempre envolvido por um clima de tensão entre os líderes das categorias, as disputas são sempre parelhas. O roteiro entre Rio Negrinho e Jaraguá do Sul teve 150 quilômetros, com 80 quilômetros de trechos navegados, somados a uma variação de mais de 1 mil metro de altitude, entre a serra e o nível do mar.

Consequentemente, os cenários e obstáculos foram bem variados, adentrando plantações de pinus (com terreno molhado e escorregadio) e, posteriormente, área de bananal. Os laços estabelecidos pelo diretor de prova, Wagner de Souza, testaram a competência das duplas e foram cruciais na definição final dos resultados.

Na Super Máster, Rone Branco e Enedir Silva Júnior foram os melhores do dia, seguidos por Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, e Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller, respectivamente.

Na Graduados, subiram no topo do pódio Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos. Em segundo lugar ficaram André Pereira de Queiroz e Leandro Macedo Ferreira, e em terceiro, Eduardo Ranghetti Rossi e Rogério Augusto Coelho.

Pela Júnior, Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser, repetiram a terceira vitória no Transcatarina. Na segunda posição, vieram Rafael Cabongue e Neto Andrade, e na terceira, Charles Macedo Ritter e Marcelo Almada Coelho Ritter.

E na Jeep, Dervalei Kuhn e Evandro Mioto conquistaram o topo do pódio, a frente de Rogério Acunha e Gustavo do Amaral Plieski, e Marcos Osires Nunes e Marcos Vinícius Nunes.

Para deixar o nome na história do Rally Transcatarina

Na busca pelo título da categoria Super Máster, Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky fizeram uma campanha irretocável, e abriram uma vantagem considerável para seus concorrentes. Eles sagraram campeões pela segunda vez, sendo a primeira, em 2008 – na primeira edição do evento. “Largar com a informação de que você é o líder e tem que se manter líder até o final para conquistar o título, é a maior dificuldade. Subir de novo neste pódio altamente concorrido é inenarrável. O rali recebe competidores do Brasil inteiro, e me sinto orgulhoso por manter o título em Santa Catarina”, comemorou Kath, que mora em Blumenau. Os vice-campeões foram Rone Branco e Enedir da Silva Júnior, e em terceiro lugar, Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller.

Na Graduados, houve uma movimentação no pódio nos dois primeiros dias, porém, depois do terceiro dia de disputa, Marcos Juliano Alves Bezerra e Willian Santos mostraram que o primeiro lugar era deles, e soltaram o grito de campeão. “Mesmo após uma competição tão técnica como essa, tínhamos boas expectativas. Éramos líder da categoria e finalizamos com a melhor pontuação possível. Tudo correu como esperávamos”, declarou Santos. O segundo lugar ficou com André Pereira de Queiroz e Leandro Macedo Ferreira, e em terceiro, Edson Pereira Schebeski e Alexandre William Dalssoto.

Entre os off-roaders da Júnior, eles dominaram o Rally Transcatarina do começou ao fim. O piloto Marcos Gustavo Francio e o navegador Bruno Rozalen Tesser sagraram-se campeões. “Fizemos o nosso melhor para não errar, sem contar que competimos juntos há quatro anos, então temos um excelente entrosamento, e isso foi o nosso diferencial”, apontou Tesser. Logo atrás vieram Francklin Pscheidt e Fernando Santana Torquato, e Rafael Cabongue e Neto Andrade, na segunda e terceira posições, respectivamente.

E por fim, na Jeep, Devarlei Kuhn e Evandro Mioto são os novos campeões deste grupo, que mantém viva a história dos velhos 4×4. “A competição foi ótima e nos divertimos muito. Viemos com o objetivo de completar a prova e vamos embora com mais do que isso”, salientou Kuhn. Completaram o pódio, Marcos Osires Nunes e Marcos Vinícius Nunes em segundo lugar, e Rogério Acunha e Gustavo do Amaral Plieski, em terceiro.

Para obter mais informações acesse: www.rallytranscatarina.com.br.

Resultados – Dia 3

Categoria Super Máster

1º Rone Branco / Enedir da Silva Júnior, 77 pontos
2º Flávio Roberto Kath / Rafain Walendowsky, 70 pontos
3º Marnes Alexandre Floriani / Cristian Mueller, 67 pontos
4º Oscar Schmidt / Gustavo Schmidt, 63 pontos
5º Leandro Pereira Moor / Claudio Roberto Flores , 56 pontos

Categoria Graduados

1º Marcos Juliano Alves Bezerra / Willian Santos, 73 pontos
2º André Pereira de Queiroz / Leandro Macedo Ferreira, 72 pontos
3º Eduardo Ranghetti Rossi / Rogério Augusto Coelho, 60 pontos
4º Robson Garcia / Rafael Prada, 59 pontos
5º Edson Pereira Schebeski / Alexandre Willian Dalssoto, 58 pontos

Categoria Júnior

1º Marcos Gustavo Francio / Bruno Razalen Tesser, 75 pontos
2º Rafael Cabongue / Neto Andrade, 65 pontos
3º Charles Ritter / Marcelo Almada Ritter, 56 pontos
4º André Diniz Pereira / Marcelo Antônio Detoni, 55 pontos
5º Francklin Pscheidt / Fernando Santana , 48 pontos

Categoria Jeep

1º Devarlei Kuhn / Evandro Mioto, 79 pontos
2º Rogério Acunha / Gustavo do Amaral Plieski, 77 pontos
3º Marcos Osires Nunes / Marcos Vinicius Nunes, 44 pontos
4º Guilherme Utz Melere / Felipe Bopp Fuentefria, 44 pontos
5º Kassiano Kerber / Francisco Domingos Sette, 44 pontos

Classificação Geral – 6º Rally Transcatarina

Categoria Super Máster

1º Flávio Roberto Kath / Rafain Walendowsky, 179 pontos
2º Rone Branco / Enedir Silva Júnior, 171 pontos
3º Marnes Alexandre Floriani / Cristian Mueller, 158 pontos
4º Acyr Hideki Rodrigues da Silva / Renan Medeiros, 155 pontos
5º Oscar Schmidt / Gustavo Schmidt, 135 pontos

Categoria Graduados

1º Marcos Juliano Alves Bezerra / Willian Santos, 173 pontos
2º André Pereira de Queiroz / Leandro Macedo Ferreira, 169 pontos
3º Edson Pereira Schebeski / Alexandre William Dalssoto, 157 pontos
4º José Carlos da Silva / Waldemberg Barros, 153 pontos
5º Raniero Magnabosco Laghi / Volnei Correa da Silva, 145 pontos

Categoria Turismo

1º Marcos Gustavo Francio / Bruno Rozalen Tesser, 181 pontos
2º Francklin Pscheidt / Fernando Santana Torquatto, 168 pontos
3º Rafael Cabongue / Neto Andrade, 166 pontos
4º Charles Marcelo Ritter / Marcelo Almada Coelho Ritter, 132 pontos
5º André Diniz Pereira / Marcelo Antonio Detoni, 130 pontos

Categoria Jeep

1º Devarlei Kuhn / Evandro Mioto, 181 pontos
2º Marcos Osires Nunes / Marcos Vinícius Nunes, 181 pontos
3º Rogério Acunha / Gustavo do Amaral Plieski, 175 pontos
4º Kassiano Kerber / Francisco Domingos Sette, 156 pontos
5º Guilherme Utz Melere / Felipe Bopp Fuentefria, 128 pontos

Print Friendly
Palavras-chave:


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.