Dunas, lama e muita aventura ditam o ritmo no Mitsubishi Motorsports Nordeste

julho 27, 2014 12:43 pm
Dunas desafiaram os competidores - Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi

Dunas desafiaram os competidores – Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi

As belas paisagens de Aracaju conquistaram os competidores - Foto: Cadu Rolim/Mitsubishi

As belas paisagens de Aracaju conquistaram os competidores – Foto: Cadu Rolim/Mitsubishi

Valeu a pena esperar. A primeira etapa da temporada 2014 do Mitsubishi Motorsports Nordeste foi completa: no trajeto, muitas dunas, piso arenoso, lama e poças d’água. O sol saiu cedo e deixou as paisagens ainda mais belas.

A capital sergipana recebeu a Nação 4×4 de braços abertos e foi palco de uma etapa que mesclou diversão e desafios. O casal Nayra Prata e Bruce Cabral, naturais de Aracaju, correram na Turismo Light pela segunda vez. “A experiência de um rali é apaixonante, entra na veia. A gente sempre fica na expectativa e quer participar”, explica o piloto. “Conhecemos lugares que não sabíamos nem da existência. Com um carro desse a gente pode desbravar, com toda segurança.”

Famílias e amigos fizeram a festa antes, durante e depois das trilhas. Nos desafios, comuns em dunas, prevaleceu a amizade: todos se ajudaram. E voltaram com várias histórias para contar. O pequeno Otávio, de seis anos, participou com os pais, Simone Troian e Otavio de Meira Lins Neto, a bordo de uma L200, e voltou sorridente. “Tinha muita areia, foi muito legal! Meu pai é o melhor piloto e tem a melhor caminhonete.”

Há também quem seja mais competitivo e coloque o foco no campeonato, caso dos irmãos de Maceió (AL) Thayro e Thomaz Cavalcante, que mudaram de categoria para a Turismo após vencer na Turismo Light em 2013. “As referências são mais próximas, é mais desafiador”, diz o navegador. “Nosso pai sempre gostou e participava de trilhas, e tomamos gosto. Damos continuidade”, explica o mais velho, Thayro.

Campeões da etapa

Na categoria Graduados, Aristóteles Filho e Aristóteles Neto, pai e filho, conquistaram o primeiro lugar. “Ganhar, sabendo que foi uma prova difícil, é excelente. Nossa ligação é o que vale”, fala o cearense de Fortaleza, que pilota um Pajero TR4. “A gente investiu, treinou. Este é o rali mais importante para nós, nem tenho palavras para descrever”, completa o navegador.

Pódio da categoria Graduados - Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi

Pódio da categoria Graduados – Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi

Na Turismo, para duplas com experiência intermediária, o lugar mais alto do pódio ficou com Nestor Magalhães e Leonardo Bezerra, também de Fortaleza e com um Pajero TR4. “A prova foi difícil, mas conseguimos superar. Show de bola, estão todos de parabéns”, conta o navegador. “É um sonho ganhar uma etapa da Mitsubishi e começamos com o pé direito”, garante o piloto.

Já na Turismo Light, para iniciantes, mais uma dupla cearense de Pajero TR4: Raimundo Nonato Chaves Neto e Francisco Almeida Moreira. “É fantástico, não tem emoção maior. A prova teve lama, areia, laços… Mas conseguimos. Adoramos o 4×4, está na veia. Não tem como explicar essa paixão”, celebra Raimundo.

Mitsubishi Pró-Brasil – Ação Social

A Mitsubishi Motors, mais uma vez, realizou a ação social Mitsubishi Pró-Brasil. Nesta etapa, foram arrecadadas cinco toneladas de alimentos, entregues a Creche Ação Solidária Almir do Picolé e Caritás.

Os participantes colaboraram também com o Pedágio Solidário Casa Hope, onde puderam fazer doações de qualquer valor – 100% revertidas para as ações da instituição.

Acompanhe as novidades dos ralis Mitsubishi através do Facebook.com/MundoMit. Para mais informações e inscrições, acesse www.mitsubishimotors.com.br.

O Mitsubishi Motorsports Nordeste tem patrocínio de Itaú, Axalta, Mit Financiamentos, GW Logistics, Mangels, Pirelli, W.Truffi Blindados, Flamma, Transzero, MAPFRE, Tecfil, Lubrax, Clarion, Unirios, Pilkington, Columbia, Artfix, Crocs e Cerveja Petra.

Pódio da categoria Turismo - Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi

Pódio da categoria Turismo – Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi

Resultados 1ª etapa – Aracaju (SE)

Categoria Graduados

1. Aristoteles Filho/Aristoteles Neto – Fortaleza (CE) – 385 pontos perdidos
2. Kwong Yiu Fai/Matheus Galvão Fialho Rocha – Natal (RN) – 390 p.p.

3. José Rufino da Silva Neto/Glauco Holanda Junior – Fortaleza (CE) – 486 p.p.

4. Paulo Coelho/Francisco Cristovam Vasconcellos Neto – Fortaleza (CE) – 515 p.p.
5. Fernando Oliveira/Jean Paul Bernhardt – Teresina (PI) – 574 p.p.
Categoria Turismo

1. Nestor Magalhães/Leonardo Bezerra – Fortaleza (CE) – 908 pontos perdidos
2. Marcus Renan Pontes e Silva/Americo Oliveira Bezerra – Fortaleza (CE) – 1207 p.p.
3. Charles Nobre Rabelo/Renan Fernandes Felix – Fortaleza (CE) – 1214 p.p.
4. Carlos Lopes/Ivanildo Lopes – Fortaleza (CE) – 1727 p.p.

5. Marcos José dos Santos/Pedro Rafael Lima Gomes – Fortaleza (CE) – 13640 p.p.
Categoria Turismo Light

1. Raimundo Nonato Chaves Neto/Francisco Almeida Moreira – Fortaleza (CE) – 167 pontos perdidos
2. Petherson Campos/Henrique Guzman – Aracaju (SE) – 319 p.p.
3. Alberto Borba/Ricardo Maciel de Gouveia – Recife (PE) – 400 p.p.
4. Sergio Mendonça/Carlos Henrique Oliveira Moura – Aracaju (SE) – 404 p.p.
5. Reginaldo Mendonça/Flavio Sandro de Albuquerque Souza – Aracaju (SE) – 505 p.p

Print Friendly


Comente esta matéria


Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Jornal Mais Offroad. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.